Estamos a melhorar a sua experiência no nosso site.
Novidades brevemente!

Rádio Alto Minho

PUBLICIDADE

Desentupimentos e Limpeza de Fosas, Assistência a Caldeiras, Detecção de Fugas de ÁguaDesentupiemntos Industriais e DomésticosAssistência Cladeiras e Esquentadores
Rádio Alto Minho - MCostas – Seat
Rádio Alto Minho - INSOMNIA
Rádio Alto Minho - Roady
Locutor
No Ar

Rádio Alto Minho

Festas da Agonia entre os 100 principais recursos patrimoniais de Portugal

de Andrea Cruz (RAM)

atualizada às 19:35,Seg, Março, 2018

PUBLICIDADE

As festas de Nossa Senhora da Agonia, a filigrana, a Igreja de Santa Luzia e a praia do Cabedelo, ícones de Viana do Castelo, figuram entre os 100 principais recursos patrimoniais portugueses, nas categorias festas, feiras e romaria, artesanato, monumentos e praias.

Verdadeiros ex-libris da capital do Alto Minho foram eleitos por mais de 205.000 portugueses no Portugal Cinco Estrelas – galardão criado com objetivo de distinguir os principais recursos patrimoniais que caracterizam e valorizam o nosso país e o tornam num destino Cinco Estrelas assim como as marcas exclusivamente de origem portuguesa de maior relevo em cada região.

Depois de quatro anos consecutivos a premiar produtos, serviços, marcas, personalidades e órgãos de comunicação social, o “Prémio Cinco Estrelas” lançou este ano o concurso “Portugal Cinco Estrelas”, que distingue os produtos de excelência – marcas e ícones de referência que têm muitas vezes uma grande importância na economia local.

Estes prémios pretendem não só reconhecer empresas portuguesas que se diferenciam a nível regional, mas também identificar o que de melhor existe em Portugal, quer a nível de recursos naturais, gastronómicos e vinhos, quer a nível de arte e cultura, monumentos e património, aldeias e vilas e outros ícones de referência nacional.

A concurso estiveram 387 candidaturas, organizadas em 52 categorias diferentes de áreas tão distintas como “aldeias e vilas”, “serviços óticos”, “imobiliárias”, “limpeza de lareiras” ou “transporte ferroviário de passageiros”.

Na primeira edição do concurso há 179 vencedores, sendo 100 “ícones de referência” e 79 “marcas regionais”.

“Doces regionais”, “praias” e “reservas, paisagens, barragens” são as categorias com mais vencedores nesta primeira edição do prémio. Por cada uma destas categorias há 10 vencedores, representando um total de 15 regiões, de entre os 18 distritos do continente e as duas regiões autónomas.

O distrito de Lisboa foi a área geográfica que mais prémios conquistou, com 39 distinções, seguindo-se o Porto, com 25, e Setúbal, com 18 produtos dignos de classificação “cinco estrelas”. Coimbra, Faro e Leiria conquistaram 14 prémios cada uma, seguidas de Évora, Aveiro e Viana do Castelo, com 13, 11 e nove, respetivamente.

As regiões autónomas dos Açores e da Madeira receberam, cada uma, oito distinções, tal como Santarém e Vila Real. Castelo Branco vai receber sete prémios “cinco estrelas”, Beja e Viseu seis, Guarda e Portalegre cinco e Bragança dois.

Os prémios serão atribuídos numa cerimónia em Lisboa, em 12 de abril, no Teatro Thalia, que será apresentada pela fadista e apresentadora de televisão Diamantina Rodrigues e onde estarão presentes os responsáveis de cada região do país.

Nos distritos de Viana do castelo, Braga, Bragança, Vila Real e Porto a votação ‘online’ elegeu os seguintes principais recursos

 

Foram ainda distinguidas as marcas exclusivamente de origem portuguesa presentes em Viana do Castelo, Braga, Bragança, Vila Real e Porto de maior relevo local:

 

RAM -
RAM -
RAM -
RAM -

PUBLICIDADE

Blisq Creative