Rádio Alto Minho

PUBLICIDADE

Rádio Alto Minho - Roady
Rádio Alto Minho - INSOMNIA
Rádio Alto Minho - FBC Rent
Rádio Alto Minho - Misturacor
Rádio Alto Minho - MCostas – Seat
Locutor
No Ar

Rádio Alto Minho

Após casar ou viver juntos, “elas” engordam 10 kg e “eles” 7,5 Kg

de ram (RAM)

atualizada às 10:34,Ter, Setembro, 2017

PUBLICIDADE

O amor engorda? A ciência diz que sim. Recentemente vários os estudos têm apontado para um aumento de peso associado a relações amorosas estáveis.

De acordo com o suplemento F5 do jornal espanhol El Mundo, são vários os estudos científicos que têm associado a estabilidade da relação amorosa com um aumento do peso, especialmente nas mulheres, que tendem a emagrecer nos primeiros momentos da relação, mas depois a ganhar peso com o avançar da mesma.

Além das mulheres tenderem a preocupar-se menos com o corpo passados uns anos de relação, o conforto da vida a dois leva-as – inconscientemente – a aumentar a quantidade de comida ingerida e fazer menos exercício físico, algo que se nota também nos homens. Aliás, destaca a publicação, as pessoas tendem a ser 33% mais ativas quando estão à procura de uma cara-metade, sendo que 35% coloca o desporto em segundo plano quando fica comprometida.

Um estudo da Universidade de Queensland, na Austrália, vai mais longe e revela que as mulheres comprometidas pesam, em média, mais 10 kg do que as soleiras e os homens mais 7,5 kg quando namoram/são casados.

Estudos recentes sugerem ainda que o ganho de peso num casal pode acontecer também por imitação, isto é, quando um dos elementos começa a ganhar peso, o outro acaba também por engordar.

Mas se gordura já não é sinónimo de formosura, a ciência diz que pode ser sinónimo de felicidade. Uma investigação do Centro Nacional de Biotecnologia da Informação dos Estados Unidos concluiu que os casais mais felizes são aqueles que têm uns quilos a mais.

RAM -
RAM -
RAM -

PUBLICIDADE

Blisq Creative