*

Rádio Alto Minho

PUBLICIDADE

Rádio Alto Minho - INSOMNIA
Rádio Alto Minho - Feirão Natal
Rádio Alto Minho - Roady
Rádio Alto Minho - MCostas – Seat
Rádio Alto Minho - Misturacor
Locutor
No Ar

Rádio Alto Minho

Centros de saúde e hospitais de Viana prontos para enfrentar surto de gripe – ARSN

de Andrea Cruz (RAM)

atualizada às 13:22,Qui, Dezembro, 2017

PUBLICIDADE

O presidente da Administração Regional de Saúde do Norte (ARSN) garantiu hoje, em entrevista à Rádio Alto Minho, que a rede de cuidados primários e os hospitais de Viana do Castelo e Ponte de Lima estão preparados para atender casos de gripe e infeções respiratórias.

“Os centros de saúde e os hospitais de Viana do Castelo e Ponte de Lima estão preparados, estão com capacidade de resposta no âmbito do Plano de Contingência para as Temperaturas Extremas Adversas (PCTEA) – Módulo Frio”, afirmou Pimenta Marinho.

O presidente da ARSN sublinhou a articulação existente entre os cuidados de saúde primários e hospitalares, no âmbito do Plano de Contingência.

Destacou que o distrito de Viana do Castelo “não tem utentes sem médico de família” e reforçou a necessidade da população recorrer, em primeiro lugar, ao centro de saúde, antes de uma deslocação à urgência do hospital.

Pimenta Marinho salientou que os cuidados hospitalares “devem ser reservados para os casos mais graves e de maior complexidade no seu tratamento”.

“A colaboração da população neste período de maior atividade gripal é fundamental para uma boa gestão da prestação de cuidados de saúde”, destacou.

O presidente ARSN adiantou que o horário de funcionamento dos centros de saúde da região será alargado em função da procura, garantindo “um reforço de recursos humanos, designadamente de médicos, enfermeiros, secretários clínicos, assistentes operacionais e outros profissionais que se manifestam indispensáveis à prestação”.

Aconselhou ainda que todos os utentes que residam em lares e que necessitem de cuidados médicos nesta fase de atividade gripal, devem, antes de serem encaminhados para os serviços de urgência “procurar, em primeiro lugar, a sua equipa de saúde familiar nos centros de saúde ou pedir, dentro do estabelecido, a visitação domiciliária”.

As pessoas que apresentem sintomas gripais são também aconselhadas a procurem apoio junto da linha telefónica Saúde24 (808242424).

 

FOTO: Barbacenamais

RAM -
RAM -
RAM -
RAM -

PUBLICIDADE

Blisq Creative