Estamos a melhorar a sua experiência no nosso site.
Novidades brevemente!

Rádio Alto Minho

PUBLICIDADE

Desentupimentos e Limpeza de Fosas, Assistência a Caldeiras, Detecção de Fugas de ÁguaDesentupiemntos Industriais e DomésticosAssistência Cladeiras e Esquentadores
Rádio Alto Minho - MCostas – Seat
Rádio Alto Minho - Roady
Rádio Alto Minho - INSOMNIA
Locutor
No Ar

Rádio Alto Minho

Morreu Dolores O’Riordan, a vocalista dos Cranberries (percurso da artista)

de ram (RAM)

atualizada às 17:00,Seg, Janeiro, 2018

PUBLICIDADE

Morreu Dolores O’Riordan, vocalista dos Cranberries. A artista irlandesa, que faleceu esta segunda-feira aos 46 anos, encontrava-se em Londres para uma curta sessão de gravações. A polícia foi chamada a um hotel em Park Lane, em Westminster, às 9h05, onde Dolores O’Riordan já se encontrava sem vida. As causas da morte ainda não são conhecidas.

 

Nascida a 6 de setembro de 1971 e batizada com o nome Dolores Mary Eileen O’Riordan, era a mais nova dos sete filhos dos seus pais. Em 1989, juntou-se aos Cranberries depois de responder a um anúncio colocado pelos irmãos Mike e Noel Hogan, fundadores do grupo. Após um promissor primeiro álbum, Everybody Else Is Doing It, So Why Can’t We? (1993), berço de “Linger” e “Dreams”, a banda atingiu grande sucesso com No Need to Argue, álbum de 1994 que continha o êxito “Zombie” – 17 milhões de cópias foram vendidas em todo o mundo.

Ao longo dos anos 90, o grupo lançaria To The Faithfull Departed (1996) e Bury the Hatchet (1999), antes de Wake Up and Smell the Coffee, já em 2001. Em 2003, os Cranberries anunciaram a sua separação, com O’Riordan a enveredar por uma carreira a solo que deu origem aos álbuns Are You Listening (2007) e No Baggage (2009).

O regresso dos Cranberries, anunciado em 2009, ofereceu à discografia da banda mais dois álbuns: Roses, de 2012, e Something Else, lançado no ano passado.

Os Cranberries estiveram várias vezes em Portugal, tendo o primeiro concerto do grupo entre nós tido lugar no Coliseu dos Recreios, em Lisboa, em 1995. A última atuação foi na edição de 2011 do festival Marés Vivas, em Gaia, um ano depois de uma apresentação no Campo Pequeno, em Lisboa.

Nos últimos tempos, a artista atuava também com o projeto D.A.R.K., do qual também faz parte o antigo baixista dos Smiths, Andy Rourke.

O’Riordan deixa três filhos – Taylor, de 20 anos, Molly, de 16, e Dakota, de 12 – fruto do seu casamento com Don Burton, ex-tour manager dos Duran Duran, que durou de 1994 a 2014.

RAM -
RAM -
RAM -
RAM -
RAM -
RAM -

PUBLICIDADE

Blisq Creative