Estamos a melhorar a sua experiência no nosso site.
Novidades brevemente!

Rádio Alto Minho

PUBLICIDADE

Desentupimentos e Limpeza de Fosas, Assistência a Caldeiras, Detecção de Fugas de ÁguaDesentupiemntos Industriais e DomésticosAssistência Cladeiras e Esquentadores
Rádio Alto Minho - INSOMNIA
Rádio Alto Minho - Roady
Rádio Alto Minho - MCostas – Seat
Locutor
No Ar

Rádio Alto Minho

Projeto de Viana do Castelo finalista em Prémio Boas Práticas de Participação 2017

de Andrea Cruz (RAM)

atualizada às 12:46,Qua, Abril, 2018

PUBLICIDADE

Viana do Castelo tem um projeto entre as cinco melhores práticas de participação cidadã em Portugal.  Trata-se do “Momentos i”, desenvolvido pela Câmara Municipal e que integra as candidaturas finalistas ao Prémio de Boas Práticas de Participação 2017, que se destina aos membros da Rede de Autarquias Participativas, enquanto incentivo à implementação, disseminação e valorização de práticas inovadoras de democracia participativa ao nível local.

Foram rececionadas 19 práticas candidatas, tendo as mesmas sido analisadas por um júri independente constituído por quatro entidades: Secretária de Estado Adjunta da Modernização Administrativa, Observatório Internacional da Democracia Participativa, Associação In Loco e Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra. Segue-se agora uma nova fase, a votação pública, que decorre até 22 de abril, com as cinco práticas finalistas.

A votação terá lugar em www.portugalparticipa.pt e cada uma das pontuações, entre votação do júri e votação pública, terá um peso de 50% na pontuação final.

O concelho de Viana do Castelo conta, atualmente, com 1.114 (SEF,2016) imigrantes de 66 nacionalidades. Os “Momentos i” traduzem-se num conjunto de ações (momentos) destinadas aos imigrantes, em que o principal objetivo é promover o seu acolhimento e integração na comunidade local, independentemente da condição de imigrante (estrangeiros reformados, estudantes, refugiados, pessoas à procura de melhores condições de vida, beneficiários de proteção subsidiária). Considerando a diferença de nacionalidades presentes no concelho e, por conseguinte, a diferença de culturas, a Equipa dos Migrantes, criada pela autarquia, decidiu desenvolver um conjunto de ações de diferente natureza, centralizadas num conjunto de momentos, que designou de “Momentos i”: “i” de imigrante, de integração e de interculturalidade, conceitos que servem de base a todo o trabalho.

Os “Momentos i” abrangem várias áreas, nomeadamente cultura, educação, lazer, desporto e coesão social, com ações que são desenvolvidas ao longo de todo o ano, umas de forma regular (semanal ou mensal) e outras mais pontuais, mas todas elas designadas de “Momentos i”. Dentro deste projeto tem sido promovida a “Cozinha do Mundo”, momentos onde se cozinha um prato típico de um país, dinamizados por imigrantes que, conhecendo o projeto, se propõem fazê-lo; também são desenvolvidas as “Conversas em Português”, momentos onde os imigrantes têm oportunidade de conversar sobre um tema do seu interesse, para aperfeiçoar a língua portuguesa; as “Conversas na língua materna de alguns imigrantes”, como inglês, italiano, francês e árabe, em momentos propostos pelos próprios imigrantes, que se disponibilizam para conversar na sua língua materna e onde a população de acolhimento se inscreve para falar na língua do imigrante. Também as “Danças do Mundo” fazem parte da iniciativa, com momentos em que imigrantes ou cidadãos da comunidade de acolhimento se oferecem para dinamizar uma oficina de dança típica (africana, brasileira, portuguesa, árabe, entre outras). Outras das propostas deste projeto são os “Convívios interculturais”, enquanto momentos de lazer e convívio, incluindo sempre a partilha de comida típica do país de origem dos imigrantes e da comunidade de acolhimento, e sempre uma atividade intercultural, nomeadamente um desfile de trajes típicos dos vários países, leitura de poesia na língua materna e em língua portuguesa, canções, jogos tradicionais, entre outras.

RAM -
RAM -
RAM -
RAM -

PUBLICIDADE

Blisq Creative