EMISSÃO ONLINE
OUVIR..
Showbizz

Chamar ‘querida’, ‘linda’, ‘princesa’ ou ‘amor’ à tua companheira, aumenta a satisfação na relação amorosa em cerca de 16%

Rádio Alto Minho

05 Dezembro 2018, 9:44

Acessibilidade

Publicidade

A linguagem do amor é rica, pessoal e por vezes até um pouco ridícula. Porém parece que contribui de facto para a manutenção de relacionamentos mais sólidos.

Segundo uma pesquisa britânica, conduzida pela rede de para-farmácias Superdrug, e que teve como base uma população de 1,026 adultos, usar diminutivos e nomes carinhosos aumenta a satisfação na relação amorosa em cerca de 16%.

O estudo revelou que usar esses nomes ternurentos pode ser benéfico, já que fomenta um maior sentido de intimidade e conexão entre os parceiros, aumentando igualmente a cumplicidade emocional. “Nas circunstâncias certas, estes apelidos são uma forma engraçada de chamar a atenção do companheiro – e podem ser um sinal de conforto e de amor”, escrevem os investigadores que realizaram o estudo.

Relativamente aos nomes mais populares – ‘querida’, ‘linda’, ‘princesa’ ou ‘amor’ integram o topo das escolhas.

Os participantes envolvidos na pesquisa tinham idades compreendidas entre os 20 e os 71 anos e estavam pelo menos há um mês num relacionamento monógamo romântico.

Publicidade

Rádio Alto Minho - Lusomotor
Rádio Alto Minho - Census – noticia
Rádio Alto Minho - BLISQ CREATIVE – Soluções de Web design, Publicidade e Marketing
Rádio Alto Minho - Eugenia Lopes (individual)

Publicidade

Rádio Alto Minho - Solar Merufe (banner noticias)
Rádio Alto Minho - Cerqueira’s
Rádio Alto Minho - Biojaq NOTICIAS individual
Rádio Alto Minho - Crédito Agricola
Rádio Alto Minho - Eletro Borlido

Siga-nos

Comentários

Publicidade