EMISSÃO ONLINE
OUVIR..
Nacional

Alto Minho já “captou” mais de 500 milhões de euros do Portugal 2020

Andrea Cruz

27 Fevereiro 2019, 17:38

Acessibilidade

Publicidade

O presidente da Câmara de Viana do Castelo,disse hoje que o programa "Portugal 2020 tem sido um bom instrumento de trabalho para a região, tendo o Alto Minho captado já mais de 500 milhões de euros, dos quais 2/3 destinados a investimentos nas atividades económicas".

O socialista José Maria Costa, que discursava durante a cerimónia de consignação da construção, por 7,3 milhões de euros, dos acessos rodoviários ao porto de mar, disse que o início daquela empreitada vem por fim ao feito de “pescadinha com o rabo da boca”, referindo-se ao facto da obra estra prevista há 43 anos.

José destacou uma resolução do Conselho de Ministros de setembro de 1976, assinada por Mário Soares, que “autoriza a adjudicação da execução da primeira fase da construção do porto de Viana do Castelo e aprova a minuta do contrato com o empreiteiro adjudicatário, a Companhia Portuguesa de Transportes Portuários, pela importância global de 410.466.721 escudos e 20 centavos”.

“O desenvolvimento e conclusão do projeto do porto de Viana do Castelo foi sendo objeto ao longo dos anos de projetos, discussões, debates mais ou menos acalorados, mas não avançavam as intervenções estruturantes que rompessem os fatores críticos que muitos estudos e alguns planos identificavam”, frisou o autarca.

Disse que Viana do Castelo, o Alto Minho e a região norte estão a “melhorar e a perspetivar um incremento muito positivo nos fatores de competitividade”.

“A modernização/eletrificação da linha do Minho, investimentos nas acessibilidades ao Porto de Viana, nos acessos às zonas industriais de Lanheses e de Formariz em Paredes de Coura, na melhoria dos portos de pesca de Caminha, Vila Praia de Âncora, Viana do Castelo e de Castelo Neiva, no apoio ao projeto de energias eólicas offshore Windfloat, nas redes de infraestruturas básicas, na valorização e proteção da orla costeira, na requalificação de Escolas”, apontou.

“É justo reconhecer, que nestes últimos anos o Alto Minho recuperou décadas de atraso na concretização de projetos e obras essenciais para o seu desenvolvimento económico e para poder ambicionar ter um papel mais ativo na competitividade desta euro-região norte de Portugal- Galiza”, adiantou.

 

Para José Maria Costa, “o ano de 2019 ficará marcado também pela conclusão da eletrificação da Linha do Minho entre Porto e Viana, estando já em curso a obra de modernização e eletrificação do troço entre Viana do Castelo e Valença, cuja conclusão está prevista para meados do ano de 2020”.

“Estamos certos de que estas novas realidades irão contribuir para um acréscimo na atividade industrial, comercial, empresarial e turística do Alto Minho, tal como há 140 anos a ponte Eiffel e a chegada do Caminho de Ferro, transformaram profundamente a realidade socioeconómica e cultural de Viana do Castelo e do Alto Minho”.

Publicidade

Rádio Alto Minho - Queima do Judas 2019
Rádio Alto Minho - Census – noticia
Rádio Alto Minho - BLISQ CREATIVE – Soluções de Web design, Publicidade e Marketing
Rádio Alto Minho - MCostas – Seat

Publicidade

Rádio Alto Minho - Rocha Pneus (noticias)
Rádio Alto Minho - Biojaq NOTICIAS individual
Rádio Alto Minho - Taqi
Rádio Alto Minho - Nobre Movel
Rádio Alto Minho - Keyframe (notícias)

Siga-nos

Comentários

Publicidade