EMISSÃO ONLINE
OUVIR..
Regional

Antigo sanatório de Paredes de Coura vendido por 582 mil euros

Andrea Cruz

12 Abril 2019, 13:41

Acessibilidade

Publicidade

O antigo sanatório de Paredes de Coura foi hoje vendido em hasta pública por 582.490 euros. O concelho presidido Vítor Paulo Pereira acolheu hoje a primeira hasta pública descentralizada realizada fora de Lisboa para venda de edifício devolutos do Estado . A sessão decorreu na Cãmara Municipal e ficou marcada pela venda do antigo espaço tratamento de doentes do foro mental que deverá ser transformado em empreendimento turístico.

Segundo o subdiretor geral do Tesouro e Finanças, Miguel Marques Santos, a primeira hasta pública descentralizada foi um “sucesso” porque, “dos 12 edifícios que o Estado pretendia alienar, oito foram vendidos, sendo que “quase todos por um valor superior ao preço base”, tendo o Estado encaixado mais de 1,6 milhões de euros.

O responsável destacou a venda do antigo sanatório de Paredes de Coura.

“É um imóvel com relevância do ponto de vista patrimonial e cultural. Era importante a sua reabilitação seja para que fim for”, sustentou, adiantando que o “promotor local” que o adquiriu e que pediu anonimato, pretende transformá-lo em empreendimento turístico.

Os imóveis do Estado que se encontram devolutos e que foram hoje colocados á venda situam-se nos concelhos de Braga, Fafe, Vinhais, Bragança, Melgaço, Paredes de Coura e Viana do Castelo.

O antigo sanatório de Paredes de Coura encontrava-se ao abandono após ter sido desativado em 2002. Em 2008, o então Centro Hospitalar do Alto Minho (CHAM) e atual Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM), proprietário do edifício, anunciou a intenção de o vender, numa altura em que um grupo espanhol demonstrou interesse em transformar a área, com 140 hectares, num campo de golfe de montanha.

O investimento deveria rondar os 50 milhões de euros, mas a hipótese nunca se concretizou, em parte – diz a Câmara – devido à indefinição sobre a tutela do edifício, processo que envolvia os ministérios da Saúde e das Finanças.

Depois de ter sido palco de vários assaltos e local de criação de animais, o ex-sanatório de Mozelos chegou a ser utilizado por grupos de jovens para a prática de jogos de aventura e descoberta, por entre o que ainda restava do antigo espaço tratamento de doentes do foro mental.

Foto:YouTube : Guicho

Publicidade

Rádio Alto Minho - BLISQ CREATIVE – Soluções de Web design, Publicidade e Marketing
Rádio Alto Minho - MCostas – Seat
Rádio Alto Minho - Census – noticia
Rádio Alto Minho - Queima do Judas 2019

Publicidade

Rádio Alto Minho - Rocha Pneus (noticias)
Rádio Alto Minho - Taqi
Rádio Alto Minho - Keyframe (notícias)
Rádio Alto Minho - Biojaq NOTICIAS individual
Rádio Alto Minho - Nobre Movel

Siga-nos

Comentários

Publicidade