EMISSÃO ONLINE
OUVIR..
Regional

Dono de cadela que perde cria em Operação Stop acusa GNR de “insensibilidade” (Com Vídeo)

ram_admin

12 Janeiro 2019, 16:30

Acessibilidade

Publicidade

O dono de uma cadela apresentou queixa, formalizada no livro de reclamações da Guarda Nacional Republicana (GNR), por considerar que a conduta de um militar da Brigada de Trânsito (BT) de Viana do Castelo foi "imprópria para com a vida de uma cadela que estava em trabalho de parto".

Segundo Rodolfo da Costa Caseiro, natural de Esposende e dono da cadela Kira, uma das crias viria a morreu,  na saída do nó de Antas da A28, em Esposende, quando o dono se dirigia “em emergência para o veterinário”.

“A minha cadela estava em trabalho de parto”, referiu, acrescentando que acabou parado por uma Operação Stop da GNR, alegadamente, por ter desobedecido a um sinal de paragem obrigatória.

“É falso. Eu parei no Stop, vi que não vinha ninguém e arranquei muito rápido”, contou.

Terá sido essa manobra que levou à abordagem da GNR, que estava no local a efetuar um controlo de viaturas pesadas, dando ordem de paragem.

Rodolfo Caseiro acusa o militar que o abordou de “insensibilidade”.

“Disse-lhe que estava em urgência, pois tinha uma cadela em trabalho de parto. Ele não quis saber, disse que isso era problema meu e acusou-me de mentir. Abri a bagageira do carro, que é aberta, para ele ver melhor o sofrimento da cadela. Mas disse que não queria saber da cadela para nada”, adiantou Rodolfo, dizendo que foi acusado de “má educação” pelo militar em causa, por este o ter questionado “porque está aos berros comigo”.

O dono da cadela está revoltado, até por Kira perdeu uma das crias e tem outras duas em risco.

“Colocou em causa a educação que os meus pais me deram. A minha cadela acabou operada de urgência já com zonas escuras no interior e com um cria morta. Chorei e fiquei nervoso no local ao ponto de um colega desse agente de autoridade querer chamar o 112”, revelou.

O dono da cadela terá ficado cerca de 45 minutos retido na Operação Stop e já com a guia, pois ficou sem carta de condução, acabou por se deslocar a um veterinário em Alvarães.

“Fui humilhado por um agente que não se preocupou minimamente pela minha cadela, que é um ser vivo, respira, sente e tem dor. Ele podia ter ficado com os meus dados e mandava a multa para casa, para eu continuar o socorro da Kira”, revelou, acrescentando que já escreveu no livro de reclamações da GNR e que vai denunciar o caso ao Ministério da Administração Interna.

A Rádio Alto Minho tentou contactar o comando da GNR de Viana do Castelo que remeteu esclarecimentos para o comando de Lisboa. De Lisboa a RAM foi informada que a GNR irá proceder a esclarecimentos em momento oportuno.

Texto, Fotos e Vídeo do jornalista Nuno Cerqueira

Publicidade

Rádio Alto Minho - Census – noticia
Rádio Alto Minho - Lusomotor (noticias individual)
Rádio Alto Minho - RB MOTOR 1
Rádio Alto Minho - BLISQ CREATIVE – Soluções de Web design, Publicidade e Marketing
Rádio Alto Minho - RB MOTOR 2

Publicidade

Rádio Alto Minho - Fabrika (noticias 02)
Rádio Alto Minho - QUEEN (individual)
Rádio Alto Minho - Biojaq NOTICIAS individual

Siga-nos

Comentários

Publicidade