Estamos a melhorar a sua experiência no nosso site.
Novidades brevemente!

Rádio Alto Minho

PUBLICIDADE

Desentupimentos e Limpeza de Fosas, Assistência a Caldeiras, Detecção de Fugas de ÁguaDesentupiemntos Industriais e DomésticosAssistência Cladeiras e Esquentadores
Rádio Alto Minho - Roady
Rádio Alto Minho - MCostas – Seat
Rádio Alto Minho - INSOMNIA
Locutor
No Ar

Rádio Alto Minho

Equipas de Intervenção Permanente de Caminha e Vila Praia de Âncora já estão a trabalhar

de Andrea Cruz (RAM)

atualizada às 10:54,Qua, Maio, 2018

PUBLICIDADE

As Equipas de Intervenção Permanente (EIP) de Caminha e Vila Praia de Âncora já estão a trabalhar desde terça-feira nos quartéis das duas corporações de bombeiros.  O anúncio foi feito hoje pela Câmara liderada pelo socialista Miguel Alves.

Compostas por cinco elementos cada, aquelas EIP “ficam sediadas em permanência nos quartéis de bombeiros de Caminha e Vila Praia de Âncora, “prontas para ocorrer a qualquer situação de urgência e/ou emergência registada no concelho”.



Na semana passada, o autarca de Caminha, Miguel Alves, que é também o presidente da Comissão Distrital de Proteção Civil do distrito de Viana do Castelo, anunciou que, este ano, a região vai dispor de 12 EIP, contra as cinco que tinha até agora.

“Em princípio estarão todas no terreno no mês de junho, sendo que, as EIP Caminha e Vila Praia de Âncora, estarão já no terreno no dia 15 de maio”, afirmou na altura.

Miguel Alves, que falava aos jornalistas no final da primeira reunião de trabalho da nova Comissão Distrital de Proteção Civil de Viana do Castelo, anunciou ainda “um reforço de operacionais vindos de Lisboa” para dar resposta ao reduzido número de efetivos, sendo “um segundo reforço” poderá ser acionado em caso de necessidade.

“O distrito de Viana do Castelo é o terceiro a nível nacional no número de ocorrências e é o último da lista no que diz respeito ao número de bombeiros”, reforçou Miguel Alves.

De acordo com dados avançados, em janeiro, pelo primeiro Comandante Operacional Distrital (CODIS) de Viana do Castelo, Marco Domingues, existem, atualmente, no Alto Minho 650 bombeiros, entre 80% a 90% voluntários, nas doze corporações de bombeiros Alto Minho, sendo que Viana do Castelo tem o único corpo profissional da região.

Além da capital do Alto Minho, apenas Caminha possui duas corporações de bombeiros voluntários, uma situada na sede do concelho e, a outra, em Vila Praia de Âncora.

Na semana passada, o autarca socialista adiantou também que Caminha deverá integrar o projeto-piloto de evacuação de aldeias que o Governo está a testar no país, sem especificar quando e em que freguesia daquele concelho será realizado o simulacro.

Além de Miguel Alves, a nova Comissão Distrital de Proteção Civil de Viana do Castelo integra ainda os autarcas de Monção, António Barbosa, e o de Ponte da Barca, Augusto Marinho, ambos do PSD, um representante de cada ministério, os responsáveis máximos das forças de segurança do distrito, os capitães de porto e representantes do INEM, a Liga dos Bombeiros Portugueses(LBP) e a Associação Nacional dos Bombeiros Profissionais (ANBP).

RAM -
RAM -

PUBLICIDADE

Blisq Creative