EMISSÃO ONLINE
OUVIR
Regional

Estudantes do IPVC lançam projeto para reduzir plástico espalhado durante festas académicas

Andrea Cruz

10 Outubro 2018, 18:02

Acessibilidade

Publicidade

As Associações de Estudantes e a Federação Académica do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC) criaram um projeto ambiental que contempla, entre outras ações, a redução do plástico descartável. O pontapé de saída foi dado pela Associação de Estudantes da Escola Superior de Tecnologia e Gestão (AE-ESTG) que desenvolveu um copo personalizado dos eventos que terá que ser utilizado ao longo de toda as festividades.

O copo tem um custo de 1 euro, verba que se que será devolvida aquando a entrega do mesmo. “Com a personalização do copo o que tem acontecido é que a grande maioria acaba por o levar como recordação. No final evitamos ainda o cenário de ter copos espalhados por todo o lado. Assim contribuímos por um lado para a redução de copos descartáveis e por outro a limpeza do recinto no final da festa”, refere a AE da ESTG, em nota enviada à imprensa. Também a Associação de Estudantes da Escola Superior Agrária AE_ESA) cobra 50 cêntimos como caução dos copos. Rodrigo Cardoso revela que o projeto ambiental foi lançado, este ano, pelo facto da Escola Superior Agrária do IPVC (ESA-IPVC) ostentar, pelo segundo ano consecutivo, a distinção de  Eco Escola. “As festas que já foram acontecendo este ano já tiveram como novidade o sistema de caução do copo descartável. A ideia é que, por festa, cada pessoa possa ter apenas um único copo e para que possa recuperar o dinheiro da caução terá que o entregar no final”, revela Rodrigo Cardoso, adiantando que “no final da noite o recinto encontrava-se  praticamente limpo,  reduzindo de forma considerável o número de copos utilizados”. “É para nós motivo de orgulho chegar ao final do evento e verificar que não existe lixo plástico espalhado por todo o lado. Obviamente que sentíamos vergonha quando pela manhã verificávamos que existiam copos um pouco por todo o lado e a imagem que se passava a quem visitava a ESA não era positiva”, realçou.  ESA e ESTG-IPVC recebem Bandeira Verde da Eco Escolas Pelo segundo ano consecutivo a Escola Superior Agrária do IPVC recebeu a Bandeira Verde símbolo máximo da Eco Escola e premiando assim todas as ações que têm sido desenvolvidas. Um reconhecimento que garante Ana Paula Vale, diretora da ESA-IPVC, dá ainda mais alento para a continuidade do projeto. A ESA IPVC tem realizado diversas ações de limpeza e reflorestação das zonas envolventes, para além de tertúlias, cursos de observação de aves, entre muitas outras atividades, envolvendo não só a sua comunidade académica, mas também outras escolas e instituições. Igualmente galardoada com a Bandeira Verde a Escola Superior de Tecnologia e Gestão do IPVC tem um curso um projeto ambiental a construção de um campus mais saudável e amigo do ambiente. Ao longo do ano foram várias as ações desenvolvidas como a plantação de diversas árvores assim como foram feitas análises à qualidade da água na cantina, nos bebedouros, no sistema de rega e no lago, sendo posteriormente analisadas nos laboratórios da ESTG-IPVC. Os galardões foram entregues no passado dia 4 de outubro, no Dia das Bandeiras Verdes de 2018, numa cerimónia que decorreu em Pombal. O galardão Eco Escolas resulta da avaliação da qualidade de implementação da metodologia internacional denominada “seven steps”, integrando este trabalho de forma implícita ou explicita na estratégia de educação para a cidadania da escola.

Publicidade

Rádio Alto Minho - Lusomotor
Rádio Alto Minho - Census – noticia
Rádio Alto Minho - Cerqueira’s
Rádio Alto Minho - BLISQ CREATIVE – Soluções de Web design, Publicidade e Marketing

Publicidade

Rádio Alto Minho - Biojaq NOTICIAS individual
Rádio Alto Minho - Rocha Pneus
Rádio Alto Minho - Eletro Borlido

Siga-nos

Comentários

Publicidade