Estamos a melhorar a sua experiência no nosso site.
Novidades brevemente!

Rádio Alto Minho

PUBLICIDADE

Desentupimentos e Limpeza de Fosas, Assistência a Caldeiras, Detecção de Fugas de ÁguaDesentupiemntos Industriais e DomésticosAssistência Cladeiras e Esquentadores
Rádio Alto Minho - INSOMNIA
Rádio Alto Minho - MCostas – Seat
Rádio Alto Minho - Roady
Locutor
No Ar

Rádio Alto Minho

Ribeira de Viana recria Queima do Judas em sábado de Aleluia

de Andrea Cruz (RAM)

atualizada às 13:41,Ter, Março, 2018

PUBLICIDADE

A União das Freguesias de Viana do Castelo (Santa Maria Maior e Monserrate) e Meadela vai promover, no dia 31, pelas 12:00, no Campo do Castelo, a tradição da Queima dos Judas.

Em comunicado, a União de Freguesias explica que o objetivo é “dar seguimento à vontade de Maria do Gago a esta tradição da ribeira de Viana que, a própria, realizou durante muitos anos”.

A tradição da Queima do Judas começa, cerca das 11:00, “no largo fronteiro à estação de caminhos-de-ferro da cidade, onde se constitui o cortejo que companha esta manifestação de cultura popular da ribeira”.

“O juiz e o seu escrivão, imprimem o respeito e a solenidade ao ato, enquanto as carpideiras no seu característico pranto, face à indiferença do Judas, tentam manter o seu ritual. O Judas transportado por quatro jovens, sente-se o rei da festa, no meio dos catraios que, nas suas motas de madeira, brincam com as fisgas. Por sua vez, a varina de vassoura na mão, tenta pôr ordem na catraiada”, explica a União de Freguesias.

Cerca do meio-dia, já no Campo do Castelo e “como manda a tradição, o testamento, em forma de quadras pitorescas e populares será lido pela voz do juiz”.

O executivo da União das Freguesias apela à participação de toda a comunidade “para garantir a continuidade de um ritual popular que ano após ano o bairro da Ribeira teima em realizar nesta época festiva de muito significado cultural e religioso”.

O cortejo que parte, cerca das 11:00, do largo da estação de caminhos-de-ferro da cidade, será acompanhado pelo Grupo de Bombos de Santa Marta de Portuzelo, e percorrerá o Passeio das Mordomas, Praça da República, Rua Manuel Espregueira, Largo de São Domingos, Rua Góis Pinto, Rua Monsenhor Daniel Machado, terminado no Campo do Castelo, onde, cerca das 12:00, será feito o julgamento e a Queima do Judas”

“Com a leitura detalhada do testamento pelo Juiz de Fora da nossa mui nobre e digna Ribeira do Condado de Monserrate, proceder-se-á, como ato final, à Queima do Judas, na terceira árvore do caminho de acesso ao forte de Santiago da Barra”, acrescenta a nota da União de Freguesia.

A representação popular terá a colaboração de atores amadores do grupo A Margem – Armazém Teatral.

FOTO: OLHAR VIANA DO CASTELO

RAM -
RAM -
RAM -
RAM -

PUBLICIDADE

Blisq Creative