Estamos a melhorar a sua experiência no nosso site.
Novidades brevemente!

Rádio Alto Minho

PUBLICIDADE

Desentupimentos e Limpeza de Fosas, Assistência a Caldeiras, Detecção de Fugas de ÁguaDesentupiemntos Industriais e DomésticosAssistência Cladeiras e Esquentadores
Rádio Alto Minho - Roady
Rádio Alto Minho - INSOMNIA
Rádio Alto Minho - MCostas – Seat
Locutor
No Ar

Rádio Alto Minho

Viana do Castelo investe mais de 400 mil euros em segurança das praias

de Andrea Cruz (RAM)

atualizada às 14:54,Seg, Junho, 2018

PUBLICIDADE

A Câmara Municipal de Viana do Castelo vai investir, esta época balnear,  407 mil euros em segurança nas praias do concelho.

O investimento foi aprovado, por unanimidade, na última reunião ordinária de executivo. Em comunicado, hoje, a Câmara da capital do Alto Minho explicou que, daquele montante,  207 mil euros serão destinados a segurança e, 200 mil euros, serão  transferidos para as Juntas e Uniões de Freguesia para conservação, requalificação e valorização ambiental nos territórios da orla costeira.

Além daquele investimento, Viana do Castelo vai integrar, este verão, um projeto pioneiro a nível nacional, ao dispor de  um Centro Móvel de comando e controle integrado de vigilância, socorro e salvamento, que atuará nas praias vigiadas e não vigiadas do concelho.

“Viana do Castelo torna-se assim o único concelho com uma unidade móvel de salvamento, que conta com uma equipa constituída por dois nadadores-salvadores, tendo um dos elementos formação de paramédico”, especificou a autarquia.

O projeto “inédito” da Câmara Municipal de Viana do Castelo foi desenvolvido em colaboração com a Capitania de Viana do Castelo, no âmbito da política de promoção e valorização das potencialidades ambientais e turísticas do concelho, da estratégia de Viana do Castelo “Cidade Náutica do Atlântico”, para criar boas condições de acolhimento e segurança dos utentes das praias.

De acordo com o protocolo entre a Câmara Municipal e a Coordenada Decimal – Associação de Nadadores Salvadores, nesta época balnear são reforçados os meios e os equipamentos de informação, apoio, vigilância, segurança, socorro e salvamento, integrando as praias do litoral não vigiadas.

O protocolo visa, para além da criação do Centro Móvel, a salvaguarda da segurança nas praias marítimas e fluviais de Afife, Arda/Bico, Paçô, Carreço, Norte, Cabedelo, Cabedelo/Luziamar, Rodanho, Amorosa 1, Amorosa 2, Castelo de Neiva, Argaçosa, Foz do Lima, salvaguardando também a segurança dos utentes e praticantes de desportos náuticos nas praias vigiadas e não vigiadas

RAM -
RAM -

PUBLICIDADE

Blisq Creative