EMISSÃO ONLINE
OUVIR..
Nacional

Autarca de Viana diz que exclusão da Serra d’Arga do concurso de lítio “vem ao encontro de expectativas da população”

Rádio Alto Minho

04 Julho 2019, 18:32

Acessibilidade

Publicidade

O presidente da Câmara de Viana do Castelo congratulou-se, hoje, com a decisão do Governo de "excecionar" o sítio Rede Natura 2000 Serra d'Arga, do conjunto de áreas a integrar no concurso para a prospeção de lítio.

Em comunicado, hoje, a autarquia da capital do Alto Minho, liderada pelo socialista José Maria Costa, adiantou que aquela decisão “vem ao encontro das expetativas das populações relativamente à valorização ambiental e turística da Serra D’Arga”.

Ponte de Lima, Viana do Castelo e Caminha iniciaram um projeto intermunicipal, intitulado “Da Serra d’Arga à Foz do Âncora”, que pretende alcançar a classificação da Serra d’Arga como Área Protegida, como forma de travar aquele projeto de prospeção de minerais.

Também os presidentes das Câmaras de Caminha (PS) e Ponte de Lima (CDS-PP) congratularam-se hoje com a decisão do Governo, mas garantiram que irão continuar a contestar o projeto noutras zonas limítrofes.

O presidente socialista da Câmara de Caminha, Miguel Alves, disse que “a retirada da Serra d’Arga das áreas de prospeção de lítio é uma boa notícia” para aquele concelho e para o Alto Minho.

“Com a exclusão do território em Rede Natura 2000, ganhámos a batalha da Serra d’Arga mas também de todo o território da bacia hidrográfica do Âncora, do sapal do Coura, da costa atlântica e do estuário do rio Minho”, sustentou.

Com aquela “parte resolvida”, Miguel Alves disse que irá “continuar o trabalho de salvaguarda do resto do território”, apontando “duas linhas de ação”.

“Candidatar a Serra d’Arga a Área Protegida de Âmbito Regional – de modo a alargar os limites de proteção a mais freguesias – e mantendo exigência ambiental máxima para as restantes situações, quer através da reivindicação de pareceres obrigatórios do Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF) e da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), quer através da imposição de um Estudo de Impacto Ambiental Positivo”, especificou.

Já o presidente da Câmara de Ponte de Lima, Victor Mendes, também se congratulou com a decisão do Governo, mas afirmou que o concelho “não fica tranquilo”.

“No âmbito do concurso a ser aberto brevemente pelo Governo há uma área bastante significativa que fica fora da Rede Natura 2000 e que está abrangida. Só 10% do território de Ponte de Lima está inserido na Serra d’Arga, o restante fica situado nas zonas limítrofes e essas são abrangidas por esse concurso”, reforçou o autarca do CDS-PP.

Para Victor Mendes, “à partida, a parte referente à Serra D’Arga está resolvida”, mas o projeto previsto “é muito mais do que isso”.

“Temos de nos continuar a opor”, disse, destacando que, na quarta-feira, a Câmara de Ponte de Lima aprovou por unanimidade um parecer desfavorável à prospeção e pesquisa de lítio na Serra d’Arga, no âmbito de uma audição da Direção-Geral de Energia e Geologia.

O presidente independente da Câmara de Vila Nova de Cerveira, Fernando Nogueira disse que o Alto Minho “não pode baixar a guarda” contra a prospeção de lítio, apesar do Governo ter retirado a Serra d’Arga do concurso nacional que vai lançar.

Para Fernando Nogueira, “as declarações e o compromisso do ministro representam um passo muito importante, no sentido de ir ao encontro dos anseios e vontade da população de Vila Nova de Cerveira e da Serra d’Arga”, mas considerou que a região “não pode baixar a guarda, nem ficar descansada com esta informação”.

“Precisamos de garantias mais concretas e consolidadas”, sustentou.

Em junho, a Câmara de Vila Nova de Cerveira pronunciou-se desfavorável à prospeção de lítio na Serra d’Arga na sequência de um pedido de parecer da Direção-Geral de Energia e Geologia.

Em comunicado, a autarquia liderada por Fernando Nogueira invocou como principais motivos daquela posição “o pouco conhecimento do processo, o facto de ser um assunto ainda pouco amadurecido e, acima de tudo, o perímetro bastante significativo para a freguesia de Covas”.

Publicidade

Rádio Alto Minho - Queima do Judas 2019
Rádio Alto Minho - BLISQ CREATIVE – Soluções de Web design, Publicidade e Marketing
Rádio Alto Minho - Census – noticia
Rádio Alto Minho - MCostas – Seat
Rádio Alto Minho - +VERÃO (noticias)

Publicidade

Rádio Alto Minho - Keyframe (notícias)
Rádio Alto Minho - Nobre Movel
Rádio Alto Minho - Foz na Brasa Rodízio (Noticias)
Rádio Alto Minho - Taqi
Rádio Alto Minho - Rocha Pneus (noticias)

Siga-nos

Comentários

Publicidade