EMISSÃO ONLINE
OUVIR..
Nacional

Cerca de 180 cientistas de 24 países reunidos em Viana no 352º Simpósio da União Astronómica Internacional,

Rádio Alto Minho

03 Junho 2019, 14:57

Acessibilidade

Publicidade

Cerca de 180 cientistas de 24 países estão reunidos em Viana do Castelo, a partir de hoje e até dia 07 , no 352º Simpósio da União Astronómica Internacional, que tem como tema “Uncovering early galaxy evolution in the ALMA and JWST Era”. O objetivo é o de descobrir a evolução das galáxias primordiais na era dos telescópios ALMA e JWST, e acontece no Forte Santiago da Barra, numa organização da União Astronómica Internacional, Universidade Nacional Australiana, Universidade de Leiden (Holanda) e Universidade do Porto / Instituto de Astrofísica.

Este encontro conta com cerca de 180 participantes vindos de 24 países diferentes, entre Portugal, Alemanha, Estados Unidos, Holanda, Espanha, Chile, Japão, França, Austrália, Itália, Reino Unido, México, Suíça, Croácia, Dinamarca, Brasil, Canadá, Suécia, Hungria, Emirados Árabes Unidos, Tailândia, Singapura, Índia e China.

No dia 7 de junho, às 21h00, o Teatro Municipal Sá de Miranda acolhe “Sarau astronómico: à descoberta do nosso Universo”, um evento de entrada livre, que inclui palestras e que contará com a participação de Teresa Lago, astrónoma portuguesa de renome e atual secretária-geral da União Astronómica Internacional; Miguel Gonçalves, comunicador de ciência, da rubrica semanal “A Última Fronteira”, na RTP; e com os investigadores David Sobral, Catarina Alves de Oliveira e Elisabete da Cunha.

Em parceria com a Câmara Municipal de Viana do Castelo, a 8 de junho, entre as 21h30 e as 23h30, a Praia Norte acolhe o evento “Observações do céu com telescópios: Viana à luz das estrelas”, de entrada livre. Aí, o público poderá ver uma variedade de objetos astronómicos através de telescópios, como as crateras da Lua, o planeta Júpiter, o enxame de estrelas de Hércules, a estrela dupla Albireo, e a nebulosa planetária M57.

A União Astronómica Internacional (UAI) foi fundada em 1919 e é uma associação de astrónomos profissionais, a maioria com doutoramento. A UAI contém mais de 12.000 membros do mundo inteiro e Portugal conta com cerca de 70 membros ativos.

Os principais objetivos da UAI são fomentar a colaboração internacional entre os astrónomos e desenvolver a educação em Astronomia em todo o mundo. Nesse sentido, a UAI apoia a realização de simpósios internacionais para astrónomos profissionais e alunos de doutoramento anualmente em tópicos diversos.

O Universo contém milhares de milhões de galáxias, como a nossa Via Láctea. Compreender como essas galáxias se formaram e evoluíram ao longo dos 13 mil milhões de anos da história do Universo é um dos objetivos mais importantes da Astronomia moderna. Para atingir este objetivo, os astrónomos fazem observações com os maiores e mais modernos telescópios do mundo para detetarem as galáxias longínquas do Universo, que são galáxias primordiais.

O telescópio ALMA, no deserto do Chile, e o futuro telescópio espacial James Webb Space Telescope (JWST, o sucessor do telescópio Hubble) são instrumentos fundamentais para compreendermos essas galáxias primordiais, já que vão obter as imagens mais nítidas e mais distantes alguma vez obtidas, tanto em luz visível, como em ondas de rádio. Os objetivos deste simpósio passam por reunir os especialistas desta área, para discutir e planear o futuro deste ramo da ciência, e incentivar a colaboração entre astrónomos de vários países e com diferentes especialidades.

Publicidade

Rádio Alto Minho - BLISQ CREATIVE – Soluções de Web design, Publicidade e Marketing
Rádio Alto Minho - Lusitânea Seguros (NOTICIAS)
Rádio Alto Minho - MCostas – Seat
Rádio Alto Minho - Census – noticia
Rádio Alto Minho - Lusomotor (noticias individual)

Publicidade

Rádio Alto Minho - Taqi
Rádio Alto Minho - Keyframe (notícias)
Rádio Alto Minho - Reabilitar (noticias lateral 02)
Rádio Alto Minho - Reabilitar (noticias lateral 01)
Rádio Alto Minho - Auto Araujo

Siga-nos

Comentários

Publicidade