EMISSÃO ONLINE
OUVIR..
Desporto

Com vídeo: Wake Park de Viana do Castelo abre dia 13 de abril

Andrea Cruz

06 Março 2019, 14:05

Acessibilidade

Publicidade

O Wake Park de Viana do Castelo vai entrar em funcionamento dia 13 de abril, num investimento de 400 mil euros do FeelViana Hotel, estimando atrair, por ano, dez mil praticantes de wakeboard e wakesurf.

O equipamento, a criar no Cabedelo, numa bacia situada junto ao porto comercial de Viana do Castelo, na margem esquerda do rio Lima, irá criar seis novos postos de trabalho.

O investimento, do FeelViana Sport Hotel, hoje apresentado publicamente, pretende “valorizar a oferta da região, combatendo a sazonalidade e reforçando Viana do Castelo como destino de referência nas atividades náuticas”.

“Existem três milhões de praticantes de wakeboard e wakesurf na Europa. Estimamos a atrair à cidade cerca de 10 mil pessoas por ano, reforçando assim a atratividade turística de Viana do Castelo”, afirmou José Sampaio, administrador da unidade hoteleira e promotor do investimento.

O Wake Park, situado em domínio portuário e concessionado pela Administração do Porto do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL), vai permitir a prática de Wakeboard e WakeSurf, através de um sistema de cabos ou através de uma embarcação.

A infraestrutura vai ainda permitir a prática de Stand Up Paddle e a realização de aulas de iniciação ao windsurf, e será dotada de bar e esplanadas.

Presente na apresentação do novo equipamento, o presidente da Associação Portuguesa de Wake (APW), Luís Segadães, realçou que Viana do Castelo “é a segunda região do país a dispor de um equipamento que permite a prática daquelas modalidades quer através de cabo, quer de uma embarcação”.

Segundo o responsável, o primeiro Wake Park do país entrou em funcionamento, em 2015, na albufeira de Castelo de Bode, em Tomar.

Luís Segadães adiantou que o plano de atividades da APW para 2019 vai “arrancar em Viana do Castelo, com a atividade Feel de Wake em Viana”, entre 08 e 10 de junho”.

De acordo com o responsável, este ano o objetivo da associação passa por “aumentar o número de praticantes, aumentar a representatividade do desporto em Portugal, expandir o calendário de eventos e contribuir para o acesso dos melhores talentos aos eventos internacionais”.

“Para 2019, a APW refoca a sua estratégia em torno da promoção do wakeboard como fator de dinamização turística de Portugal. É o calendário mais intenso de sempre, com provas e eventos de norte a sul do país ao longo de todo o verão, em que é possível fazer wakeboard de forma gratuita, em que são formadas crianças da região que acolhe o evento nesta modalidade, em que é possível assistir às manobras dos melhores atletas nacionais e internacionais e ainda festa, muita festa!”, explicou.

Luís Segadães, acrescentou que em todos os eventos a realizar este ano, tal como o que está previsto para junho, em Viana do Castelo, “a APW vai proporcionar a 20 crianças de escolas locais a experiência do wakeboard, de forma gratuita”.

“Esta é uma estratégia ativa da associação para formar novos praticantes, para difundir o desporto junto das crianças e jovens de todo o país. Um total de 240 crianças de oito municípios diferentes vão ser beneficiadas com este programa, que se materializa em oito eventos”, referiu.

Além de Viana do Castelo, serão realização ações semelhantes em Fernandaires, Porto, Tomar, Montargil, Abrantes, Trízio, Lago Azul, durante quatro meses, entre junho e setembro.

Para o presidente da Câmara de Viana do Castelo, José Maria Costa, a criação do Ware Park é um exemplo de “empreendedorismo” do promotor do hotel  FeelViana.

“Nunca está satisfeito com o que já a e procura novas soluções e projetos que acrescentam valor que criam sinergias com parceiros locais e nacionais. Esta inconformidade permanente é importante para aumentar a atratividade de Viana do Castelo nas vertentes do turismo de natureza e do desporto”, referiu.

O autarca socialista sublinhou que “os indicadores turísticos de que o município dispõe referem que Viana do Castelo tem crescido ao dobro da velocidade da região norte e do país, tendo duplicado o número de dormidas, entre 2014 e 2017, para 267 mil”.

“Em algumas unidades hoteleiras estamos com taxas de crescimento na ordem dos 37%. De acordo com informações que me foram transmitidas por algumas unidades hoteleiras, os primeiros dois meses desde ano foram os melhores dois meses da última década. Estes números vêm confirmar que Viana do Castelo já não tem época baixa”, frisou.

 

Publicidade

Rádio Alto Minho - MCostas – Seat
Rádio Alto Minho - BLISQ CREATIVE – Soluções de Web design, Publicidade e Marketing
Rádio Alto Minho - OVNITUR
Rádio Alto Minho - Census – noticia
Rádio Alto Minho - Lusomotor (noticias individual)

Publicidade

Rádio Alto Minho - Rocha Pneus (noticias)
Rádio Alto Minho - Keyframe (notícias)
Rádio Alto Minho - Biojaq NOTICIAS individual
Rádio Alto Minho - QUEEN (individual)
Rádio Alto Minho - Nobre Movel

Siga-nos

Comentários

Publicidade