EMISSÃO ONLINE
OUVIR
Regional

Descendentes de Gustave Eiffel nos 140 anos da ponte metálica de Viana

Andrea Cruz

19 Junho 2018, 15:14

Acessibilidade

Publicidade

Dois tetranetos do engenheiro Gustave Eiffel vão marcar presença nas comemorações dos 140 anos da Ponte Eiffel de Viana do Castelo, a 30 de junho.

Savin Yeatman-Eiffel, descendente de Claire Eiffel, filha do engenheiro, e Fleur Larnaudie-Eiffel, descendente de Edouard Eiffel, filho de Gustave Eiffel, foram convidados pela Câmara Municipal de Viana do Castelo e vão marcar presença nos diversos momentos de celebração, homenageando o engenheiro responsável pelo projeto e construção e a ponte de ferro que é considerada Património Municipal.

As comemorações acontecem no Teatro Municipal Sá de Miranda, iniciando pelas 10h00 com uma sessão de abertura e, às 10h30, será promovida uma Mesa Redonda sobre a Ponte Eiffel, com intervenções de António Vasconcelos, com “Singularidades da Ponte de Viana do Castelo”, José M. Andrade Gil vai abordar “140 anos não é nada” e Rui Maia vai apresentar “A Ponte Eiffel de Viana do Castelo na Rota do Património Industrial”.

Às 11h30, o Teatro do Noroeste – Centro Dramático de Viana vai promover a reconstituição de episódios relativos à abertura da Ponte Eiffel e, logo depois, será apresentado o livro “A travessia do Rio Lima em Viana do Castelo: Nos 140 anos da Ponte Eiffel”, da autoria de Rui A. Faria Viana, e edição do bilhete postal alusivo à efeméride.

Pelas 12h00, o Teatro Municipal acolhe o encontro com cidadãos, intitulado “Património Cultural e a Identidade Europeia”, que contará com a presença do Ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes, e a Secretária de Estado dos Assuntos Europeus, Ana Paula Zacarias. A fechar as comemorações, pelas 12h30 será descerrada uma placa na Ponte Eiffel.

Foi a 30 de junho de 1878 que a travessia rodo-ferroviária sobre o rio Lima foi inaugurada, trazendo o comboio, através da Linha do Minho, à cidade de Viana do Castelo.

A estrutura, criada pelo engenheiro Gustave Eiffel, é um símbolo da arquitetura do ferro em Portugal, mede cerca de 645 metros de comprimento e foi considerada, na altura, uma obra monumental. É composta por dois tabuleiros metálicos, sendo o superior rodoviário, para trânsito automóvel e pedestre, e o inferior ferroviário, que tem uma extensão de 562 metros e 8 metros de largura. Inaugurada em 1878, a ponte metálica sobre o Rio Lima foi desenhada pela Casa Eiffel de Paris e substituiu a ponte em madeira que ligava o então terreiro de São Bento à margem esquerda do rio Lima, junto à capela de São Lourenço, na freguesia de Darque.

A empresa de Gustave Eiffel também foi encarregada pela construção, que foi dirigida pelos engenheiros João Matos e Boaventura Vieira. As obras começaram em março de 1877 e foram concluídas em maio do ano seguinte. A 30 de junho de 1878 foi inaugurado o troço ferroviário entre Darque e Caminha, entrando o troço ao serviço a 1 de julho.

Publicidade

Rádio Alto Minho - Lusomotor
Rádio Alto Minho - Census – noticia
Rádio Alto Minho - BLISQ CREATIVE – Soluções de Web design, Publicidade e Marketing

Siga-nos

Comentários

Publicidade

Rádio Alto Minho - Espadarte Festival
Rádio Alto Minho - Motriviana – CLÍNICA
Rádio Alto Minho - Rocha Pneus