Quantcast
EMISSÃO ONLINE
OUVIR..
Nacional

Época natalícia cria constrangimentos na venda de imóveis

Rádio Alto Minho

22 Dezembro 2023, 16:00

Acessibilidade

Publicidade

Os portugueses não estão a conseguir vender casas na época natalícia, revela a imovendo num inquérito a 11 mil pessoas, para perceber o impacto da quadra que vivemos no mercado imobiliário, entre os dias 15 e 18 de dezembro, onde concluiu que a maior parte dos inquiridos considera que no Natal se vendem menos casas.

Dos 65% que consideraram que esta época não é propícia à venda de imóveis, 46,2% disse ainda que esperaria receber menos contactos nesta altura, caso tivesse a sua casa à disposição.

Dado que, quem efetua compra de casa em dezembro, tem que pagar o IMI de todo o ano de 2023, 85% dos inquiridos não concordam com esta medida, mais de metade dos interrogados prefere esperar por janeiro para comprar casa.

À lista de entraves, acresce ainda, segundo 77,5% dos participantes do inquérito, processos para compra e venda de casa mais demorados por esta altura.

Agora que Bruxelas assinalou Portugal como um dos países cujos preços das casas mais crescem na União Europeia, tal não se reflete na qualidade das habitações: 90% dos questionados afirma que as casas portuguesas são frias, apontando o aquecimento como o fator mais relevante para viver esta quadra confortavelmente, segundo 75%.

O mesmo estudo indica que, além do aquecimento, os portugueses valorizam também ter quarto de hóspedes, estacionamento e espaços exteriores, apesar de 25% dos inquiridos não encontrar na sua própria casa a característica que mais valoriza.

Os inquiridos dividem-se no valor que dão à dimensão da casa (35%), temperatura da casa (42,5%) e localização da casa (22,5%), como característica que acham mais importante na escolha para passar o natal.

A mesma sondagem revela ainda que os portugueses se dividem quanto à dimensão das casas, metade considera-as pequenas, enquanto a outra metade diz que depende se é moradia ou apartamento.

O CEO da imovendo, Miguel Mascarenhas, acrescentou ainda que “a proximidade que a imovendo mantém, com os proprietários e compradores, permite perceber que as pessoas ressentem a qualidade das casas em Portugal e, em alturas como o Natal, as críticas sobre a habitação tornam-se mais evidentes, não devendo o preço dos imóveis ser o único fator em consideração para melhorar as casas dos portugueses“.

Publicidade

Breathe Viana

Publicidade

Rádio Alto Minho - Casa Peixoto
Rádio Alto Minho - Blisq Creative – Agência de Comunicação

Publicidade

Rádio Alto Minho - Census – noticia
Rádio Alto Minho - Petropneus NOTICIAS
Rádio Alto Minho - Hospital Particular 01

Publicidade

Rádio Alto Minho - VHC REMODELAÇÕES
Rádio Alto Minho - Auto Valverde Geral

Publicidade

Rádio Alto Minho - Carclasse (noticias)

APP ALTO MINHO

APP - Rádio Alto Minho

Publicidade