EMISSÃO ONLINE
OUVIR..
Regional

Investimento de 650 mil euros erradica espécies invasoras no rio em Ponte de Lima

Rádio Alto Minho

15 Outubro 2019, 16:12

Acessibilidade

Publicidade

A Câmara de Ponte de Lima vai investir, em 2020, 650 mil euros na erradicação de espécies exóticas invasoras no rio Lima.

Segundo o presidente da Câmara de Ponte de Lima, Victor Mendes, daquele montante, 450 mil euros são financiados por fundos do Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR), sendo o valor restante suportado pela Câmara de Ponte de Lima, no distrito de Viana do Castelo.

“Os trabalhos de prevenção, controlo e erradicação de espécies exóticas invasoras começam em 2020. É uma necessidade urgente avançar com a limpeza do rio Lima quer de invasoras aquáticas, permitindo a aposta no turismo e desportos náuticos, quer de invasoras nas margens e em ilhas no leito do rio, permitindo a melhoria no escoamento das águas, evitando fenómenos de erosão em vários troços do Lima”, explicou Victor Mendes.

Em comunicado hoje enviado, o município explicou que o investimento resulta de uma candidatura apresentada, em agosto, e já aprovada, “com o objetivo geral da restauração ecológica dos espaços alvo da intervenção proposta e da criação de condições para a instalação/recuperação das comunidades autóctones”.

A candidatura vai permitir “a continuidade e consolidação dos trabalhos desenvolvidos no rio Lima, classificado como Sítio de Importância Comunitária (SIC), em parceria com a Agência Portuguesa do Ambiente, para controlo e erradicação de espécies exóticas invasoras terrestres, e, por outro lado, ampliar a área de atuação dos trabalhos anteriormente referidos à totalidade da extensão do SIC Rio Lima, inserida nos limites administrativos do concelho de Ponte de Lima”.

Segundo a autarquia, a “nova candidatura, vai permitir a realização de importantes ações de controlo e erradicação de espécies exóticas invasoras aquáticas, nomeadamente ‘Myriophyllum aquaticum’ e ‘Egeria densa’, no rio Lima”.

“As ações irão ainda permitir avaliar a eficácia dos métodos aplicados e do impacto real ou potencial sobre espécies e ‘habitats’, bem como definir as condições para a realização de ações de controlo de continuidade e criar/adotar soluções inovadoras de monitorização de espécies exóticas invasoras com vista à prevenção e deteção precoce de focos de dispersão destas espécies no SIC Rio Lima”, sustenta a nota.

A candidatura “integra, também, a realização de atividades sensibilização dos diversos públicos-alvo e divulgação da problemática das espécies exóticas invasoras”.

Publicidade

Rádio Alto Minho - Census – noticia
Rádio Alto Minho - Decisões e Soluções
Rádio Alto Minho - RETOMA RAM

Publicidade

Rádio Alto Minho - Perspetiva [João] (notícias)
Rádio Alto Minho - 100% ProAuto

Siga-nos

Comentários

Publicidade