EMISSÃO ONLINE
OUVIR
Regional

IPVC vai continuar a apostar na investigação no Alto Minho

Andrea Cruz

15 Maio 2018, 13:25

Acessibilidade

Publicidade

O presidente Instituto Politécnico de Viana do Castelo [IPVC] afirmou hoje que a instituição vai continuar a apostar na investigação no Alto Minho em áreas como o agroalimentar, saúde, turismo e ciência como forma de garantir o crescimento das suas seis escolas superiores.

“O Alto Minho é o nosso objeto. Há tantas áreas em que o Alto Minho precisa de nós e em que nós podemos transferir conhecimento para o Alto Minho”, referiu Rui Teixeira durante a sessão solene comemorativa dos 32 anos do IPVC onde marcou presença o presidente do Conselho Geral do do IPVC, Francisco Araújo, o presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, José Maria Costa e o Presidente da Federação Académica do IPVC, Daniel Leal.

Rui Teixeira, que falava no auditório Professor Lima de Carvalho, defendeu ainda a necessidade de criação de uma rede regional de incubação para “reter, no Alto Minho, os talentos formados no politécnico”.

No seu discurso de mais de 27 minutos, Rui Teixeira fez o balanço de 32 anos de atividade do IPVC que formou mais de 16 mil jovens nas 27 licenciaturas, 31 mestrados e 37 Cursos de Técnicos Superiores Profissionais (CTESP) que ministra.

O presidente do IPVC destacou ainda o “corpo docente altamente qualificado” que detém com “quase 100% dos professores doutorados” e das “infraestruturas extraordinárias” que possui nos concelhos onde estão instaladas as suas seis escolas superiores.

Com cerca de cinco mil alunos o IPVC tem seis escolas, de Educação, Tecnologia e Gestão, Agrária, Enfermagem, Ciências Empresariais, Desporto e Lazer.

Além de Viana do Castelo, o IPVC tem escolas superiores instaladas em Ponte de Lima, Valença e Melgaço.



A cerimónia ficou marcada pela assinatura de um protocolo de colaboração entre o IPVC e Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP) para cooperarem nas áreas científicas pedagógicas, culturais, entre outras.

O documento, assinado por Rui Teixeira e Celso Manata, tem como objetivo alargar, a todas as escolas do IPVC, a colaboração iniciada há cerca de um ano pela Escola Superior de Saúde, com o projeto Literacia em Saúde, dinamizada por alunos daquela escola no estabelecimento prisional de Viana do Castelo.

Aquele intercâmbio, que também abrange a Escola Superior de Tecnologia e Gestão, abrangerá agora as restantes escolas do IPVC.

Ainda no âmbito das Comemorações do 32º Aniversário do IPVC, foram entregues os Prémios de Mérito a estudantes da Instituição assim como medalhas Medalhas IPVC aos não docentes que completaram 15 anos de serviço prestados à instituição, bem como aos docentes que, neste último ano, concluíram o seu Doutoramento.

O destaque foi a conferência “Ciência: a coisa mais preciosa que temos” com um dos cientistas e divulgadores de ciência mais conhecidos em Portugal, o físico, professor universitário e ensaísta português, Carlos Fiolhais.

A abertura da cerimónia contou com um momento musical interpretado pela Escola Profissional de Música de Viana do Castelo.

A tarde será dedicada à receção dos Diplomados 2016/17 e à entrega dos cerca de 800 diplomas.

Após as cerimónias, haverá um verde de honra que, ao som da Hinoportuna, Tuna Académica do IPVC, fechará mais um aniversário do IPVC.

Publicidade

Rádio Alto Minho - Lusomotor
Rádio Alto Minho - BLISQ CREATIVE – Soluções de Web design, Publicidade e Marketing
Rádio Alto Minho - Cerqueira’s
Rádio Alto Minho - Census – noticia

Publicidade

Rádio Alto Minho - Eletro Borlido
Rádio Alto Minho - Biojaq NOTICIAS individual
Rádio Alto Minho - Rocha Pneus
Rádio Alto Minho - Ramallosa 2000

Siga-nos

Comentários

Publicidade