Estamos a melhorar a sua experiência no nosso site.
Novidades brevemente!

Rádio Alto Minho

PUBLICIDADE

Desentupimentos e Limpeza de Fosas, Assistência a Caldeiras, Detecção de Fugas de ÁguaDesentupiemntos Industriais e DomésticosAssistência Cladeiras e Esquentadores
Rádio Alto Minho - Roady
Rádio Alto Minho - MCostas – Seat
Rádio Alto Minho - INSOMNIA
Locutor
No Ar

Rádio Alto Minho

Modelos numéricos criados no Porto preveem efeito das cheias no rio Minho

de Andrea Cruz (RAM)

atualizada às 15:54,Ter, Maio, 2018

PUBLICIDADE

Investigadores do Porto desenvolveram modelos numéricos específicos para o rio Minho, que permitem prever o efeito de cheias e antecipar as consequências das alterações climáticas nas suas dinâmicas, como é o aumento do nível do mar.

Segundo a investigadora Isabel Iglesias, do Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental (CIIMAR), entidade responsável pelo projeto, estes modelos permitem igualmente construir mapas de transporte e dispersão de contaminantes ao longo do estuário e deste para o mar, assim como identificar “áreas mais vulneráveis, suscetíveis de serem afetadas por exemplo por um derrame acidental de petróleo”.

Desenvolvidos no âmbito da linha Ecoservices do projeto Innovmar, os modelos possibilitam, ainda, reproduzir fenómenos naturais e estudar cenários potenciais, antecipando os efeitos de situações extremas ou de ações antrópicas na circulação oceânica.

No estuário do rio Minho, o modelo permite representar a sua dinâmica e ajudar a compreender os problemas de assoreamento (acumulação de sedimentos no leito dos rios), associados às baixas velocidades das correntes, bem como avaliar as intervenções necessárias à manutenção da navegabilidade.

De acordo com Isabel Iglesias, os modelos numéricos são amplamente utilizados em oceanografia para a representação de fenómenos relacionados com a dinâmica e as características físicas e biológicas do oceano, da costa e dos estuários.

Os modelos criados pelo CIIMAR constituem “uma ferramenta muito útil para a preservação” do estuários do rio Minho, que pertence à Rede Natura 2000 e está catalogado como Zona de Proteção Especial para as Aves.

RAM -
RAM -

PUBLICIDADE

Blisq Creative