Quantcast
EMISSÃO ONLINE
OUVIR..
Regional

PCP de Viana quer acabar com as portagens na A28

Rádio Alto Minho

20 Novembro 2023, 20:50

Acessibilidade

Publicidade

A Direção Regional de Viana do Castelo (DORVIC) do PCP anunciou, em conferência de imprensa realizada na tarde desta segunda-feira, as alterações propostas pelo órgão para o Orçamento de Estado de 2024. Para além do fim das portagens, os comunistas do Alto Minho pedem o prolongamento da A28, assim como a capacitação da ULSAM e o combate às espécies invasoras no Rio Lima.

Francisco Araújo, membro da Direção Regional de Viana do Castelo do PCP, começou por referir a proposta de alargamento da A28 até Valença, Monção e Melgaço.

“O distrito de Viana do Castelo, sendo geograficamente um distrito litoral, padece de problemas de despovoamento e desertificação normalmente associados a territórios interiores. O processo de encerramento de serviços públicos promovidos por sucessivos governos, a ausência de uma rede pública de transportes e uma rede rodoviária insuficiente e com diversos problemas contribuem de forma acentuada para esta realidade”, explica, dando como exemplo uma viagem entre Viana do Castelo e Melgaço, que “pode demorar entre 01h30 e 02h00, com consequências brutais para a vida das populações e das empresas aí localizadas.”

O representante comunista relembrou ainda que o prolongamento da A28 até Valença, anunciado pelo governo em 2008, “é urgente”, devendo ser, segundo o partido, “igualmente acompanhado pela planificação da ligação a Monção e a Melgaço.”

Relativamente às portagens na A28, o partido defende que a introdução de taxas de portagens nesta via só beneficiou a concessionária da autoestrada, afirmando que “o Estado, as populações e a economia regional perderam e continuam a perder”.

O Partido Comunista defende o fim da cobrança de portagens como forma de garantir o direito à mobilidade das populações, o combate às desigualdades no território e o desenvolvimento do país.

Para além das propostas relacionadas com a A28, Francisco Araújo reforçou as preocupações ambientais do partido, propondo um programa de erradicação das espécies invasoras no Rio Lima, que proteja a flora e fauna autóctone, que permita a fruição do rio e das suas margens para atividades de lazer, turismo e desporto.

A saúde foi outra área abordada. A proposta do PCP passa pela criação de um plano de reforço e capacitação da Unidade Local de Saúde do Alto Minho que pretende a reabertura dos Serviços de Atendimento Permanente em Arcos de Valdevez, Caminha, Melgaço, Paredes de Coura e Valença, a internalização do Serviço de Radiologia, bem como a criação de um Serviço de Radioterapia na ULSAM.

Publicidade

Breathe Viana

Publicidade

Rádio Alto Minho - Casa Peixoto
Rádio Alto Minho - Camitintas
Rádio Alto Minho - Blisq Creative – Agência de Comunicação
Rádio Alto Minho -

Publicidade

Rádio Alto Minho - Srª Peliteiro
Rádio Alto Minho - Census – noticia
Rádio Alto Minho - Hospital Particular 01
Rádio Alto Minho - Petropneus NOTICIAS

Publicidade

Rádio Alto Minho - Auto Valverde Geral

Publicidade

APP ALTO MINHO

APP - Rádio Alto Minho

Publicidade