Quantcast
EMISSÃO ONLINE
OUVIR..
Nacional

PROPRIETÁRIOS DE LISBOA PODEM COMEMORAR COM O AUMENTO DOS PREÇOS DOS IMÓVEIS 24% DESDE 2012

Rádio Alto Minho

31 Outubro 2019, 18:14

Acessibilidade

Publicidade

O mercado imobiliário português recuperou bastante após a recessão de 2008, com os proprietários em Lisboa entre os maiores beneficiários. O mercado tem tido um fluxo de capitais proveniente de vários ângulos, à medida que os portugueses retornam ao seu país e uma onda de investimentos estrangeiros ajuda a manter o gradiente numa ótica ascendente. Esta combinação de proprietários locais e estrangeiros fez reviver em grande parte o mercado, que se encontrava no seu ponto mais baixo desde há apenas 11 anos

Com a implementação de múltiplos esquemas pelo governo português para incentivar o investimento estrangeiro, a residência e a propriedade registaram enormes retornos económicos. Em particular, o sistema Golden Visa (Vistos Dourados), que foi um enorme sucesso para indivíduos de elevado património  provenientes da Rússia, China e de toda a África, pois oferecia a oportunidade de prolongar permanentemente sua estadia em Portugal, uma vez que possibilitavam a solicitação de um visto permanente após 5 anos de residência no país (com a condição de ter realizado a compra de um imóvel por mais de € 500.000).

Paralelamente ao esquema dos vistos dourados, está o esquema dos residentes não habituais em Portugal, promovendo o fascínio de compradores estrangeiros para que se estabeleçam no país. A iniciativa do governo, voltada para os reformados e pessoas com elevado património, oferece taxas de imposto tentadoramente baixas para a renda local e isenção de valores provenientes do exterior. Inspirando-se nos programas governamentais de Londres, Portugal procurou reforçar o crescimento constante e a segurança do seu mercado imobiliário por meio de investimentos estrangeiros, o que parece estar a levar, de fato, a um sucesso retumbante.

Para além da onda de estrangeiros que tiram proveito da infinidade de benefícios oferecidos pelo governo português, há também uma enorme afluência de cidadãos portugueses, a retornar à sua terra natal depois de partirem após a crise económica em 2008. Especialistas estimaram que a afluência de cidadãos nacionais corresponde a 350.000 de 500.000, possivelmente em parte devido à estabilidade recuperada do mercado imobiliário, com uma visão otimista desse aumento prolongando-se estavelmente ano após ano.

Lisboa e Algarve transformaram-se em hotspots de propriedades, com aumentos anuais no valor da propriedade estimados em 7,3% e 9,4%, respetivamente. À medida que voltamos a nossa atenção para o futuro do mercado, há apenas coisas boas à vista, pois as pessoas continuam a regressar ao país, superando a Grécia que se encontrava na quarta posição quanto à renda do turismo, entre os países do sul da Europa. Com os estrangeiros a continuar a investir e os moradores a retornar, o consenso entre especialistas e economistas é um futuro brilhante para o imobiliário português e uma tendência de crescimento constante.

Publicidade

Breathe Viana

Publicidade

Rádio Alto Minho - Camitintas
Rádio Alto Minho - Casa Peixoto
Rádio Alto Minho - Blisq Creative – Agência de Comunicação
Rádio Alto Minho -

Publicidade

Rádio Alto Minho - Census – noticia
Rádio Alto Minho - Hospital Particular 01
Rádio Alto Minho - Petropneus NOTICIAS
Rádio Alto Minho - Srª Peliteiro

Publicidade

Rádio Alto Minho - Auto Valverde Geral

Publicidade

APP ALTO MINHO

APP - Rádio Alto Minho

Publicidade