Estamos a melhorar a sua experiência no nosso site.
Novidades brevemente!

Rádio Alto Minho

PUBLICIDADE

Desentupimentos e Limpeza de Fosas, Assistência a Caldeiras, Detecção de Fugas de ÁguaDesentupiemntos Industriais e DomésticosAssistência Cladeiras e Esquentadores
Rádio Alto Minho - MCostas – Seat
Rádio Alto Minho - INSOMNIA
Rádio Alto Minho - Roady
Locutor
No Ar

Rádio Alto Minho

Queimada do Judas e concerto dos Contraponto animam sábado de Aleluia no lugar das Neves

de Andrea Cruz (RAM)

atualizada às 11:50,Ter, Março, 2018

PUBLICIDADE

A União de Freguesias de Barroselas e Carvoeiro e as Juntas de Mujães e Vila de Punhe, em parceria com o Núcleo Promotor do Auto da Floripes 5 de Agosto voltam, este ano, a promover a Queimada do Judas, no dia 31, às 23:00 no Largo das Neves. integrada na programação cultural conjunta realizada durante o período pascal, intitulada Páscoa a Três. Antes, cerca das 21:30, há espetáculo com os Contraponto, na Capela da Senhora das Neves.

Em comunicado,  hoje, a organização da Páscoa a Três explicou que a Queimada do Judas, “tem como propósito o fortalecimento da cultura popular e da coesão entre as três comunidades e garante, também, uma oferta cultural que complementa as cerimónias da segunda-feira de Páscoa que têm lugar no Largo das Neves”.

“A Queimada do Judas teve como inspiração a Queima do Judas que se realizou no Sábado de Aleluia de 1921 no Largo das Neves. Depois de 92 anos, de um suposto interregno, o Judas voltou, no sábado de aleluia, ao Largo das Neves para censurar e ser queimado na forca”, explica o Núcleo Promotor do Auto da Floripes 5 de Agosto.

A associação acrescenta que “embora tenha como base a tradicional Queima do Judas, a Queimada do Judas apresenta-se como um conceito aberto e resiliente, permitindo novas e criativas roupagens”.

“Sem deixar de manter na estrutura o testamento e o auto de fé do Judas, o conceito ajusta-se aos tempos de hoje e define como matriz diferenciadora a leitura do esconjuro acompanhado da tradicional queimada galega, com o intuito de, antes de ser queimado, exorcizar os pecados do Judas e permitir uma morte com absolvição e perdão”, refere a organização na nota enviada á imprensa.

A “Páscoa a Três” integra um conjunto de iniciativas que se desenvolvem no período pascal nas comunidades que “brindam” na Mesa dos Três Abades, Barroselas, Mujães e Vila de Punhe.

A diversa, “que conjuga a fé com a tradição e o profano, destina-se às gentes daquelas freguesias, aos filhos da terra que regressam na época festiva e aos inúmeros visitantes que encontram um encanto especial nas tradições e nas vivências das gentes do vale do Neiva”.

O programa conjunto inclui, às 21:30, um espetáculo com os Contraponto na Capela da Senhora das Neves.

Os Contraponto são “um grupo de jovens cantores de Viana do Castelo que se juntaram com objetivo de fazer boa música, com qualidade e profissionalismo”.

“Todos os elementos iniciaram/completaram a sua formação musical na Academia de Música de Viana do Castelo, local onde surgiu a vontade de criar este projeto. Apresentam-se como grupo à ‘cappella’ ou com acompanhamento musical, interpretando obras de variados estilos como a música clássica, o jazz e o pop”.

O concerto, “financiado pelas autarquias de Barroselas e Carvoeiro, Mujães e Vila de Punhe, pretende reforçar a programação cultural na região e fomentar a convergência entre as comunidades envolvidas”.

 

RAM -
RAM -
RAM -
RAM -

PUBLICIDADE

Blisq Creative