Quantcast
EMISSÃO ONLINE
OUVIR..
Nacional

Queixas e queixinhas. Custo de vida faz subir 82% as reclamações dos consumidoresSubida do custo de vida

Rádio Alto Minho

25 Janeiro 2023, 14:25

Acessibilidade

Publicidade

Subida do custo de vida faz disparar reclamações dos consumidores. Queixas sobem 82%.'Água, Eletricidade e Gás', 'Bancos’ e 'Alimentação' são as categorias que absorvem mais queixas.

O custo de vida agravou-se em várias frentes: alimentação, habitação, energia, água, serviços e transportes.

Esta subida de preços fez disparar as reclamações dos portugueses no Portal da Queixa.

Desde o início do ano, foram registadas pelos consumidores quase três mil queixas relacionadas com a inflação, um aumento de 82% face a 2022.

As categorias ‘Água, Eletricidade e Gás’, ‘Bancos, Financeiras e Pagamentos’ e ‘Gastronomia, Alimentação e Bebidas’ são as que absorvem mais reclamações.

A subida de preços dos bens e serviços, como consequência da inflação, teve um grande impacto no bolso dos portugueses e na insatisfação tornada pública pelos consumidores no Portal da Queixa.

Energia, água, empréstimos, rendas, alimentação, são as áreas mais afetadas.

No período de 1 a 24 de janeiro, o número de reclamações registou um crescimento de 82%(2.816), em comparação com o período homólogo de 2022, onde se verificaram 1.540 queixas.

Entre as categorias analisadas, verificou-se que lideram no número de reclamações a Água, Eletricidade e Gás com 583 queixas, sendo o principal motivo apontado pelos consumidores o “aumento das faturas”, a gerar 39% das queixas registadas.

Segue-se a categoria Bancos, Financeiras e Pagamentos a recolher 529 reclamações. Entre os principais motivos reportados e a ocupar uma fatia de 23% das queixas apresentadas estão os “problemas com créditos”.

A terceira categoria mais reclamada é Gastronomia, Alimentação e Bebidas a absorver 303 reclamações. Já na categoria Hiper e Supermercados, foram registadas 220 reclamações e o principal motivo de queixa dos consumidores refere-se ao “aumento do preço nos produtos”, a ocupar uma fatia de 37%.

Segundo a análise efetuada, a insatisfação dos portugueses recai também sobre a categoria Seguros Vida, Auto e Planos de Saúde, com 233 reclamações registadas até ao dia 24 de janeiro. Entre os principais motivos estão: a “cobrança indevida de serviços”, a gerar 64% das queixas e o “aumento do custo do plano contratado”, a pesar 12% no total registado.

No setor Transportes, face ao aumento dos preços, as queixas também não se fizeram esperar. Os problemas com pagamentos em transportes e portagens geraram 313 reclamações nesta categoria, sendo que 14% das queixas dos consumidores são referentes “a aumentos e cobranças indevidas nas portagens”.

Para este estudo, foram analisadas as seguintes categorias: Água, Eletricidade e Gás; Bancos, Financeiras e Pagamentos; Gastronomia, Alimentação e Bebidas; Hiper e Supermercados; Seguros Vida, Auto e Planos de Saúde e Transportes.

De referir que, o aumento do custo de vida é a maior preocupação de 93% dos cidadãos da UE e de 98% dos portugueses, de acordo com o mais recente Eurobarómetro, divulgado este mês.

Publicidade

Rádio Alto Minho - Blisq Creative – Agência de Comunicação
Rádio Alto Minho - Casa Peixoto

Publicidade

Rádio Alto Minho - Petropneus NOTICIAS
Rádio Alto Minho - Hospital Particular 01
Rádio Alto Minho - Census – noticia

Publicidade

Rádio Alto Minho - Auto Valverde Geral
Rádio Alto Minho - L3W

Publicidade

APP ALTO MINHO

APP - Rádio Alto Minho

Publicidade

Blisq Creative - Agência de Comunicação-Sites (2)