Quantcast
EMISSÃO ONLINE
OUVIR..
Nacional

Sabe Como Poupar Com o Crédito?

Rádio Alto Minho

01 Agosto 2022, 9:35

Acessibilidade

Publicidade

Pedir financiamento ao banco pode ser uma hipótese viável para cobrir uma despesa avultada. Mas é importante que saiba como pode poupar com os seus empréstimos.

Com o passar dos anos, é normal que em várias ocasiões precise de pedir financiamento para os seus projetos de vida. Comprar um automóvel ou investir numa casa, por exemplo, são objetivos normais, mas nem sempre comportáveis financeiramente.

Mas ao acumular mais do que um empréstimo, é provável que sinta que está a perder o controlo dos gastos e que as mensalidades se estão a tornar demasiado excessivas.

É necessário reavaliar e perceber como pode fazer com que o orçamento familiar seja mais equilibrado. E pode começar por procurar poupar nos seus créditos, existentes ou por contratar.

Quais São os Custos de Um Crédito?

Ao pedir um crédito, está a assumir o compromisso de o reembolsar à entidade financeira.

No entanto, o total a desembolsar será, na verdade, superior a esse reembolso. É que além de ressarcir o valor, terá de pagar alguns custos adicionais.

Estes encargos podem ser:

  • Comissão de abertura de contrato
  • Comissões processuais
  • Seguros de crédito
  • Taxas de amortização do crédito
  • Variação entre as taxas de juro fixas e variáveis
  • Outras despesas associadas ao crédito

Afinal, um financiamento é um serviço como outro qualquer. Isto significa que os bancos querem ser pagos pela prestação deste serviço.

Além disso, todos os empréstimos têm taxas de juro associadas: a TAN (Taxa Anual Nominal) e a TAEG (Taxa Anual de Encargos Efetiva Global). A primeira contabiliza apenas os juros, mas a segunda inclui todos os encargos que poderá ter com o empréstimo, incluindo a TAN.

E, embora variem de instituição para instituição, não há forma de evitar estas taxas, independentemente do tipo de crédito em causa.

É Possível Poupar no Crédito?

Depois de conhecer todos os encargos associados a um empréstimo, falta saber como pode poupar. Quer já tenha créditos ou esteja apenas a pensar ter.

Deve começar por consultar o seu Mapa de Responsabilidades de Crédito, no site do Banco de Portugal. Este documento mostra-lhe todos os financiamentos associados ao seu nome, incluindo cartões de crédito.

Se existirem empréstimos em seu nome, analise as prestações de cada um deles. É que mesmo os contratos já existentes são mutáveis e poderão ser negociados.

Comparar e Negociar Condições

Se nunca pediu nenhum crédito, saiba que comparar várias ofertas deve ser o seu primeiro passo. Só assim conseguirá o empréstimo mais adequado e mais barato.

Como dissemos, as instituições financeiras definem as suas próprias condições, como seguros obrigatórios ou a necessidade de contratar produtos extra. Resultado? A proposta de um banco não será exatamente igual à do banco vizinho.

A melhor forma de fazer uma comparação justa é olhar para o MTIC (Montante Total Imputado ao Consumidor) de todas as ofertas. Este é o elemento que lhe mostra o custo total do financiamento e inclui todos os encargos.

Comparar é meio caminho andado para encontrar a melhor oferta. Além disso, pode também procurar negociar algumas condições e, quem sabe, conseguir boas poupanças.

Juntar Créditos

E se lhe dissermos que existe uma forma de juntar todos os seus empréstimos num só e poupar até 60% daquilo que paga atualmente?

Ao consolidar créditos, estará a unir todos os seus financiamentos, conseguindo alargar o prazo de pagamento e, consequentemente, baixar a prestação mensal.

Desta forma, sobrará mais dinheiro no final do mês e poderá, por exemplo, fazer uma poupança para eventuais emergências.

Adicionalmente, esta é uma boa solução para evitar entrar em incumprimento.

Negociar Spread

Incluído na taxa de juro de um crédito habitação, o spread trata-se de uma percentagem cobrada pelo financiamento, que se traduz em lucro para a instituição.

Por se tratar de uma taxa definida pela entidade financeira, não existe um valor fixo. Isto significa que pode ser negociada entre cliente e banco.

Estar atento ao mercado é uma grande ajuda para tentar baixar o spread associado ao seu crédito e, assim, conseguir poupar alguns euros.

Publicidade

Rádio Alto Minho - CAMADA NOTICIAS
Rádio Alto Minho - Mais Optica

Publicidade

Rádio Alto Minho - Hospital Particular 01
Rádio Alto Minho - Petropneus NOTICIAS
Rádio Alto Minho - Intermarché Mazarefes
Rádio Alto Minho - HABITUAL
Rádio Alto Minho - Census – noticia

Publicidade

Rádio Alto Minho - Auto Valverde Geral
Rádio Alto Minho - CAMBÃO MOBILIÁRIO
Rádio Alto Minho - Nobre Movel
Rádio Alto Minho - ADECCO

Publicidade

Rádio Alto Minho - SAUVECEL
Rádio Alto Minho - CityMed Noticias
Rádio Alto Minho - EuroStyle

APP ALTO MINHO

APP - Rádio Alto Minho

Publicidade