Quantcast
EMISSÃO ONLINE
OUVIR..
Nacional

VIANA: César Boaventura com mais dez acusações de burla

Rádio Alto Minho

25 Janeiro 2023, 14:52

Acessibilidade

Publicidade

O conhecido empresário de futebol natural da freguesia de Barroselas em  Viana do Castelo foi acusado pelo Ministério Público de dez crimes de burla qualificada, um de fraude fiscal qualificada e outro de branqueamento de capitais, no âmbito da Operação Malapata.

Na base desta acusação estão crimes relacionados com a transferências de jogadores.

Recorde-se que o dito empresário está em prisão domiciliária em Barcelos desde dezembro de 2021, pois os juízes afirmam que há o real “perigo de fuga”.

O despacho de acusação do Ministério Público (MP) já é conhecido e a procuradora Cristina Pires, citada pela revista Visão, explica desta forma o caso: “Para além da notoriedade que procurava e publicitava nas redes sociais, César Boaventura, para conferir maior credibilidade à sua veste de empresário de futebol de sucesso, fabricou contratos de exploração de direitos de imagem, confissões de dívida e extratos bancários, documentos utilizados para convencer terceiros a entregarem-lhe as importâncias que o mesmo foi pedindo e que foram canalizadas para fins distintos ao que anunciava”.

O processo envolve transferências de jogadores e contas bancárias por onde circulavam milhares de euros, escreve a Visão, apesar de César Boaventura ter sido declarado insolvente pelo Tribunal de Famalicão em outubro de 2014. O empresário está acusado de 10 crimes, entre eles cinco de burla qualificada, três de falsificação de documentos, um de fraude fiscal qualificada e um outro de branqueamento de capitais.

O empresário “divulgou ter ativos virtuais, utilizando para o efeito um ficheiro de vídeo manipulado, que exibia e enviava para terceiros (…), convencendo-os de que tinha uma carteira de critpomoedas em seu nome, com um saldo de 2,889 biliões de euros”, pode ler-se na acusação do MP.

César Boaventura reagiu à acusação na sua página de Facebook.

“A verdade é como o azeite. Muita tinta vai correr e estar a correr para a ‘infelicidade’ de muita gente’”, escreveu o empresário.

De acordo com a mesma fonte, uma das formas encontradas pelo arguido para se credibilizar junto dos seus alvos passava por afirmar ter uma “ligação privilegiada ao então presidente do SL Benfica, Luís Filipe Vieira, de quem afirmava ser amigo”.

O presidente do Benfica foi ouvido como testemunha no processo.

César Boaventura é ainda acusado de falsificar um contrato de representação e cedência de direitos de imagem com Gedson Fernandes, na altura a jogar no Benfica e atualmente no Besiktas da Turquia.

Publicidade

Rádio Alto Minho - Casa Peixoto
Rádio Alto Minho - Blisq Creative – Agência de Comunicação

Publicidade

Rádio Alto Minho - Hospital Particular 01
Rádio Alto Minho - Petropneus NOTICIAS
Rádio Alto Minho - Census – noticia

Publicidade

Rádio Alto Minho - L3W
Rádio Alto Minho - Auto Valverde Geral

Publicidade

APP ALTO MINHO

APP - Rádio Alto Minho

Publicidade

Blisq Creative - Agência de Comunicação-Sites (2)