Quantcast
EMISSÃO ONLINE
OUVIR..
Regional

Viana do Castelo investe mais de 343 mil euros na promoção da cultura

Duarte Lago

03 Maio 2023, 17:15

Acessibilidade

Publicidade

A Câmara Municipal de Viana do Castelo aprovou um conjunto de propostas a coletividades que promovem música, teatro, dança, cinema e atividades culturais diversas no concelho, ascendendo a uma verba global de 343 804 euros.

O contrato programa de desenvolvimento cultural entre o Município e o AO Norte – Associação de Produção e Animação Audiovisual implica um apoio de 61.900 euros.

No âmbito da promoção de atividades e projetos culturais, que permitem a afirmação da identidade cultural do concelho, o Município e a Ao Norte têm vindo a colaborar, desde 1996, no projeto de desenvolvimento cultural na área do cinema e do audiovisual.

Perseguindo estes objetivos foi possível criar, progressiva e estruturadamente, através de contratos programa, as Sessões Cineclubistas, a Oficina da Imagem, a Implementação do projeto Escolas em Grande Plano, o Centro de Documentação, e o festival de cinema e vídeo Encontros de Viana – Cinema e Vídeo, que esta verba pretende continuar a apoiar.

Já o contrato pograma estabelecido com o Teatro do Noroeste – Centro Dramático de Viana tem como objetivos o desenvolvimento de hábitos culturais e fruição artística dos cidadãos; estimular os públicos de infância e juventude para as artes cénicas contemporâneas e sensibilização dos educadores para a integração destes conteúdos; qualificar a oferta de arte contemporânea na cidade e região; e afirmar o Teatro Municipal Sá de Miranda como polo cultural no contexto local, nacional e internacional, num valor global de 117.504 euros.

O Município e a Academia de Música de Viana do Castelo têm vindo a desenvolver, ao longo dos últimos anos, uma frutuosa parceria cultural que permitiu à Academia contribuir de forma objetiva para a formação musical de inúmeras crianças e jovens e oferecer à cidade e ao concelho um continuado programa musical.

Nesse sentido, foi agora aprovado o protocolo de desenvolvimento que integra uma verba de 26.200 euros para apoiar as atividades de formação musical dos seus alunos; para comparticipar os custos referentes à realização dos concertos didáticos; para apoiar os concertos para a família; para comparticipar a realização do concerto do 30º aniversário; para apoiar a realização de dois concertos de Natal.

Já o protocolo de desenvolvimento com a ACEP – Associação de Cultura e Educação Popular da Meadela é de 9.600 euros, considerando o interesse em apoiar e aprofundar as áreas de intervenção da associação, nomeadamente através da Biblioteca Infanto-Juvenil, Ludoteca, Centro de Experimentação das Ciências e Centro de Recursos Educativos, bem como na cooperação alargada com os Jardins e Escolas do Concelho.

O protocolo com a Associação Musical de Vila Nova de Anha, no valor de 10.000 euros, acontece porque a coletividade, fundada em 2011, desenvolve, no espaço concelhio em que está inserida, um trabalho de valorização cultural das populações sobretudo na área musical, trabalho que se pretende ver cada vez mais alargado e qualificado, de modo a incrementar uma cultural musical ativa e enraizada na genuína tradição cultural da região, nomeadamente continuando a ministrar o ensino da música aos seus elementos, mas também a incrementar a sua Escola de Música aberta a outros jovens da sua área de influência.

O protocolo previsto com a Banda dos Escuteiros de Barroselas, no valor de 10.000 euros, pretende dar continuidade ao trabalho promovido pela coletividade, reconhecendo que a atividade de ensino envolve recursos humanos e materiais com elevados custos, nomeadamente na aquisição e manutenção do instrumental, que oneram muito o seu orçamento; considerando ainda o objetivo de fomentar a sua participação nos atos culturais do município, promovendo também a descentralização cultural dentro do concelho.

Foram aprovados 12.100 euros para a Banda Velha da Casa do Povo de Barroselas, através de protocolo de desenvolvimento, para apoio à renovação/manutenção do seu instrumental e fardamento e às atividades de formação musical da sua Escola de Música, aberta à população infanto-juvenil de Barroselas; e para a realização de dois/duas concertos/atuações na cidade/concelho (em datas a acordar entre as partes), incentivando ainda a atividade diária da coletividade.

Com a Associação Casino Afifense, o protocolo de desenvolvimento implica um apoio de 25.000 euros, visando promover eventos culturais e recreativos no Casino Afifense, proporcionando uma oferta cultural diversificada e descentralizada, em articulação com o Município.

Foi ainda definido protocolo de desenvolvimento com o Centro Cultural do Alto Minho, no valor de 11.000 euros, considerando que o CCAM tem desempenhado um importante e reconhecido papel de dinamizador cultural; organiza a sua diversificada atividade em Oficinas (de Cinema e Audiovisual, de Literatura e Ideias, de Teatro e Marionetas, de Artes Visuais e Edições), na edição de diversas publicações, nomeadamente a coleção temática Cronos onde, nas diversas secções de ensaio, poesia, prosa, artes teatro e olhares, publicou 29 autores; publica, ainda, a revista Mealibra; promove tertúlias literárias, exposições de Artes Plásticas, entre outras iniciativas e projetos.

Com a Filarmónica do Centro Social e Paroquial de Vila Nova de Anha, o protocolo prevê um subsídio de 12.100 euros, considerando que a coletividade promove um trabalho de valorização cultural das populações sobretudo na área musical, trabalho que se pretende ver cada vez mais alargado e qualificado.

Já o protocolo estabelecido com a ZEPAM – Zé Pedro Associação Musical prevê um apoio de 28.400 euros, tendo em conta que a associação fundamenta a sua atividade no desenvolvimento de ações que promovem e potenciam a cultura vianense. Teve origem na Escola de Música de Viana do Castelo da Câmara Municipal de Viana do Castelo, fundada em 27/11/1975 pelo professor e ilustre Maestro “José Pedro Martins Coelho” e, ao longo dos últimos anos, tem promovido uma política de educação musical relevante no concelho, capacitando os nossos jovens para a formação e desenvolvimento destes na defesa da cultura popular de Viana do Castelo.

Paralelamente, a ZEPAM tem participado em variados eventos de animação da cidade, com a realização de concertos (Big Band, Sixties, Os Palhetas, Grupo de Gaitas), espetáculos e organização das Marchas Populares, iniciativas que se pretendem manter no presente ano.

Por fim, foi aprovado protocolo de desenvolvimento com a Associação de Grupos Folclóricos do Alto Minho, prevendo um apoio de 20.000 euros, já que Viana do Castelo se destaca pela enérgica atividade relacionada com a cultura popular, especialmente pelo labor das mais de duas dezenas de grupos folclóricos que se empenham em estudar, preservar e divulgar o património cultural local, coadjuvados pela AGFAM.

A associação assume um papel relevante na promoção da cultura tradicional em articulação com os grupos folclóricos do concelho, mobilizando-os para o trabalho conjunto em iniciativas como “A Minha Terra é Viana”, Encontro de Culturas, Jornadas de Reflexão, Festa da Dança – Ciclo de Primavera 2023, entre outros.

(Câmara Municipal de Viana do Castelo)

Publicidade

Breathe Viana

Publicidade

Rádio Alto Minho - Blisq Creative – Agência de Comunicação
Rádio Alto Minho - Casa Peixoto
Rádio Alto Minho -
Rádio Alto Minho - Camitintas

Publicidade

Rádio Alto Minho - Petropneus NOTICIAS
Rádio Alto Minho - Hospital Particular 01
Rádio Alto Minho - Srª Peliteiro
Rádio Alto Minho - Census – noticia

Publicidade

Rádio Alto Minho - Auto Valverde Geral

Publicidade

APP ALTO MINHO

APP - Rádio Alto Minho

Publicidade