EMISSÃO ONLINE
OUVIR
Regional

Viana do Castelo reforça Dispositivo Municipal Contra Incêndios Florestais

Pedro Xavier

06 Julho 2018, 20:05

Acessibilidade

Publicidade

A Câmara Municipal de Viana do Castelo apresentou, esta sexta-feira, o Dispositivo Municipal Contra Incêndios Florestais, que conta com um reforço de homens e viaturas. Durante a cerimónia, foi apresentada a nova Equipa de Intervenção Permanente (EIP), que conta com 5 elementos e que ficará nos Bombeiros Voluntários de Viana do Castelo.

As duas novas viaturas dos Bombeiros Voluntários de Viana do Castelo foram também destaque na apresentação do Dispositivo Municipal, sendo um VFCI – Veículo de Combate a Incêndios Florestais e um VOPE – Veículo de Operações específicas.

Para a Fase Charlie, período crítico de incêndios, Viana do Castelo vai contar com um reforço de bombeiros, incluindo 12 novos recrutas dos Bombeiros Municipais e outros 12 recrutas dos Bombeiros Voluntários. Já o distrito vai contar com o apoio de Bombeiros Voluntários do Beato e Penha de França, integrantes da Brigada de Reforço aos Incêndios Florestais – cidade de Lisboa, que estão no Alto Minho há três meses.

No que toca a Sapadores Florestais, existem três equipas no concelho, sendo uma de Carvoeiro, outra de São Lourenço da Montaria, estando a terceira equipa nos Bombeiros Municipais vianenses. Como já é habitual, também militares do Exército vão patrulhar Santa Luzia durante este período.

Desde 2017, a Câmara Municipal de Viana do Castelo investiu 1,189 milhões de euros em limpeza da floresta. Em março, José Maria Costa anunciara um investimento, para este ano, de 1,1 milhões de euros, na limpeza de mais de 150 hectares de floresta e 150 quilómetros de rede viária.

Cerca de 600 mil euros desta verba implicaram a reflorestação da serra da Padela, de Santa Luzia e Amonde e a beneficiação de caminhos florestais no monte de Santa Luzia. O município também investiu na criação de faixas de gestão de combustíveis em 16 estradas municipais, numa extensão de 150 quilómetros, nos perímetros industriais de Lanheses e Neiva e na limpeza do Monte do Galeão, num total de 150 hectares.

Em finais de abril, a autarquia aprovou por unanimidade, uma alteração orçamental, no montante de 300 mil euros, para assumir as despesas de limpeza de terrenos florestais, substituindo-se aos privados que não o fizeram até 31 de maio.

Publicidade

Rádio Alto Minho - Lusomotor
Rádio Alto Minho - BLISQ CREATIVE – Soluções de Web design, Publicidade e Marketing
Rádio Alto Minho - Census – noticia

Siga-nos

Comentários

Publicidade

Rádio Alto Minho - Espadarte Festival
Rádio Alto Minho - Motriviana – CLÍNICA
Rádio Alto Minho - Rocha Pneus