Quantcast
EMISSÃO ONLINE
OUVIR..
Regional

VIANA: Plano ferroviário “são excelentes notícias” para o Norte

Rádio Alto Minho

29 Setembro 2022, 15:49

Acessibilidade

Publicidade

O presidente da CCDR-Norte disse hoje que o plano ferroviário nacional apresentado, na quarta-feira, pelo Governo representa “excelentes notícias” para o Norte do país e para a eurorregião Norte de Portugal e Galiza.

“O Plano Ferroviário Nacional (PFN) que foi apresentado com um nível de consolidação mais estruturado (…) são excelentes notícias para a região Norte do país e para um espaço que, para nós, é muito importante, que é a eurorregião Norte de Portugal e Galiza”, afirmou António Cunha, presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-Norte).

O responsável que falava aos jornalistas à margem do lançamento da nova edição do programa de cooperação INTERREG Espaço Atlântico 2011-2027, em Viana do Castelo, disse que, “se até agora, quando se falava da rede ferroviária, a região Norte estava no fim de alguma coisa, onde o comboio parava, com o que se perspetiva de até ao final da década de termos uma ligação de alta velocidade à Galiza, e daí à Europa, a região deixará de estar no fim da linha e passará a estar no meio da ligação de Portugal à Europa”.

“Temos vindo a dizer várias e várias vezes: é um plano essencial para a região, é um plano muito importante. Agora o que é preciso é que aquelas metas ambiciosas e exigentes sejam cumpridas, porque elas são muito importantes para a região”, destacou.

Sobre o projeto da alta velocidade Lisboa-Porto-Vigo, também anunciada ma quarta-feira, “a implementar de forma faseada” disse: “é evidente que para a região Norte é muito importante a ligação à Europa e à nossa terra irmã da Galiza, mas para a região Norte é absolutamente essencial, incontornável termos uma ligação de grande qualidade, de grande eficiência a Lisboa para, sobretudo, conseguirmos obviar aquilo que, ainda hoje, paradoxalmente, se faz”.

“Muitos de nós, muitos empresários e muitas pessoas terem de utilizar uma ligação de avião para fazerem para 300 quilómetros. De facto, se tivéssemos uma boa ligação ferroviária não se justificava e, portanto, precisamos, certamente de uma ligação à Europa, mas precisamos igualmente de uma ligação Lisboa excelente”, referiu.

Para o presidente da CCDR-N “a construção da nova linha adicional permitirá libertar e aumentar a capacidade de tráfego da linha atual e, por isso, haver um reforço da capacidade do transporte ferroviário de mercadorias”.

 

Publicidade

Rádio Alto Minho - Quitas Melgaço
Rádio Alto Minho - IPVC
Rádio Alto Minho - Casa Peixoto

Publicidade

Rádio Alto Minho - Hospital Particular 01
Rádio Alto Minho - Census – noticia
Rádio Alto Minho - HABITUAL
Rádio Alto Minho - Petropneus NOTICIAS

Publicidade

Rádio Alto Minho - SANITOP
Rádio Alto Minho - Nobre Movel
Rádio Alto Minho - Auto Valverde Geral

Publicidade

Rádio Alto Minho - EuroStyle

APP ALTO MINHO

APP - Rádio Alto Minho

Publicidade