Quantcast
EMISSÃO ONLINE
OUVIR..
Regional

Reabilitação de antigo matadouro de Viana do Castelo concluída em 2026

Rádio Alto Minho

09 Julho 2024, 16:44

Acessibilidade

Publicidade

Peritos europeus e representantes das cidades de transferência estarão em Viana do Castelo entre hoje e quarta-feira, no âmbito do projeto de reabilitação e reconversão do antigo Matadouro Municipal no edifício do Viana STARTS, projeto de seis milhões de euros que obteve um financiamento de cerca de cinco milhões de euros FEDER.

Durante estes dois dias serão promovidos workshops com os parceiros de transferência, de Brescia, em Itália, de Brest, em França, e de Ferrol, em Espanha, visitas ao antigo Matadouro, sessões de cocriação, culminando com a apresentação pública do projeto Viana Starts, esta quarta-feira, às 10:00, no Teatro Municipal Sá de Miranda. Será ainda feita uma visita ao mural “Do Matadouro ao Criadouro”, uma participação no workshop de Raku e a confeção de um tapete de sal alusivo ao STARTS no âmbito do Festival “Marginal”, a decorrer no Jardim Marginal. Pelas 18:00 de amanhã, será inaugurada a instalação artística no Coreto no mesmo espaço público.

“É um momento muito importante para Viana do Castelo porque temos outras cidades europeias aqui presentes que vêm conhecer as soluções inovadoras que apresentamos nesta requalificação e que possam ser aplicadas nas suas cidades”, destacou Luís Nobre, Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo.

Da Iniciativa Urbana Europeia (IUE) estará a gestora do Projeto, a perita de transferência e um perito da IUE que acompanharão estes dois de trabalho para conhecerem a cidade e a comunidade de Viana do Castelo.

“Queremos que este projeto seja uma oportunidade de transformação para a cidade e o concelho. O nosso sonho é pertencer à rede das 100 cidades europeias mais inteligentes e atingindo a neutralidade carbónica até 2030. O Viana Starts é um passo muito importante para podermos atingir este objetivo”, garantiu ainda o autarca, na abertura da sessão de trabalho com os parceiros e peritos europeus.

O projeto irá criar um laboratório criativo e comunitário, baseado no espírito da Ciência + Tecnologia + Arte, para que este seja um futuro espaço de criação. Desta forma, a Câmara Municipal de Viana do Castelo vai transformar o edifício do Antigo Matadouro Municipal, utilizando um conjunto de soluções inovadoras de eficiência energética, baixo teor de carbono e economia circular, com base nos princípios do Novo Bauhaus Europeu. Até final do ano, a Câmara Municipal deverá avançar com o início da obra de reabilitação, que irá ser concluída até final de 2026.

O projeto Viana STARTS é cofinanciado pelas Iniciativas Urbanas Europeias, iniciativa da União Europeia que promove projetos-piloto no domínio do desenvolvimento urbano sustentável. O projeto de criação do Viana Starts foi a única candidatura portuguesa selecionada em 2023 pela Iniciativa Urbana Europeia – EUI. Viana do Castelo pertence, assim, ao grupo restrito de 14 cidades europeias que serão o exemplo europeu na implementação de ações inovadoras para enfrentar desafios urbanos. Com um significado simbólico, esta conversão dará um novo significado a um local que em tempos foi utilizado para tirar a vida a animais, dando lugar a um espaço de criação.

O projeto vai explorar as formas pelas quais as colaborações entre ciência, tecnologia e as artes estão a conduzir a um desenvolvimento mais sustentável em todo o mundo, com um impacto positivo na economia, no meio ambiente e na sociedade. O Viana S+T+ARTS impulsionará futuras atividades, onde cientistas locais, tecnologias de sectores locais chave, artistas, designers, tanto locais como internacionais, podem encontrar-se, trocar sinergias e co-produzir soluções inovadoras, conteúdos criativos de teor científico e artístico, em harmonia com a natureza e os oceanos nos termos da sustentabilidade ambiental.

O Viana Starts incluirá, assim, espaços multidisciplinares de co-criação e partilha de conhecimento, assumindo-se como um local de encontro para comunidades locais e internacionais, com o objetivo de promover o processo de criação, reflexão, discussão e exposição de soluções e ideias, a nível científico, artístico e cultural.

A Associação Juvenil de Deão, o Itecons – Instituto de Investigação e Desenvolvimento Tecnológico para a Construção, Energia, Ambiente e Sustentabilidade, a Inova+, o Dinamo10 – Creative Hub, a Associação Empresarial do Distrito de Viana do Castelo e o Instituto Politécnico de Viana do Castelo são os parceiros deste projeto liderado pela autarquia.

Um dos objetivos da Iniciativa Urbana Europeia é que os resultados do projeto sejam usados por outras cidades, aumentando o impacto de toda a Iniciativa, através da replicabilidade das soluções inovadoras desenvolvidas pelos projetos. Nesse contexto, o Viana Starts tem como Parceiros de Transferência as cidades de Brescia, em Itália, de Brest, em França, e de Ferrol, em Espanha.

Construído numa zona considerada central, à entrada da Veiga da Areosa, mas ao mesmo tempo fora da cidade, o Matadouro Municipal de Viana do Castelo entrou em funcionamento em 1926, numa localização então próxima à feira, ao mercado e à feira do gado. A obra enfrentou, contudo, várias dificuldades, muito devido à instabilidade política e social que se vivia em Portugal, pela recente implantação da Républica e os efeitos da I Grande Guerra Mundial. Apesar de ser um edifício destinado à morte de animais, limpeza e preparação da carne, houve uma preocupação do executivo municipal de então de dar um aspeto agradável ao seu exterior, como explicam os documentos da época. Foi recebendo, ao longo das décadas, diferentes obras e adaptações, que nunca alteraram a matriz arquitetónica da sua conceção e implementação. Desativado desde 1990, o edifício ganhará uma nova vida com o projeto Viana Starts.

O Município de Viana do Castelo convida a comunidade da Região a participar no evento de apresentação do projeto, que acontece esta quarta-feira, dia 10 de julho, às 10:00, no Teatro Municipal Sá de Miranda, onde poderá ficar a conhecer os detalhes deste inovador projeto, bem como os seus parceiros nacionais e internacionais.

O projeto Viana STARTS aprovado no âmbito do programa Iniciativas Urbanas Europeias, tem um total de investimento de 6.243.572€ e é cofinanciado através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) no montante de 4.994.857,60€.

Publicidade

Breathe Viana

Publicidade

Rádio Alto Minho - Auto4You 2
Rádio Alto Minho - Camitintas
Rádio Alto Minho - Casa Peixoto
Rádio Alto Minho -
Rádio Alto Minho - Blisq Creative – Agência de Comunicação

Publicidade

Rádio Alto Minho - Petropneus NOTICIAS
Rádio Alto Minho - Srª Peliteiro
Rádio Alto Minho - Decathlon
Rádio Alto Minho - Hospital Particular 01
Rádio Alto Minho - Census – noticia

Publicidade

Rádio Alto Minho - VHC REMODELAÇÕES
Rádio Alto Minho - Auto Valverde Geral

Publicidade

Rádio Alto Minho - Sancho Panza Viana Grill
Rádio Alto Minho - Casa Rocha Tien 21

APP ALTO MINHO

APP - Rádio Alto Minho

Publicidade