Quantcast
EMISSÃO ONLINE
OUVIR..
Regional

Viana do Castelo investe 850 mil euros no combate ao insucesso escolar

Rádio Alto Minho

20 Setembro 2017, 18:09

Acessibilidade

Publicidade

A Câmara de Viana do Castelo vai investir 850 mil de euros, durante três anos num plano integrado de combate ao insucesso escolar que abrange seis agrupamentos e mais de quatro mil alunos do primeiro ciclo.

“Estes Planos Integrados e Inovadores de Combate ao Insucesso Escolar – School4All vão permitir um olhar diferente, mais integrado da escola. Vai permitir ainda dotar as escolas de um conjunto de recursos humanos e de materiais cada vez mais solicitados pelas escolas face às novas exigências do ensino”, afirmou a vereadora da Educação da Câmara da capital do Alto Minho.

Maria José Guerreiro, que falava em conferência de imprensa, adiantou que aqueles planos abrangem “seis dos sete agrupamentos escolares do concelho” e que resultam de uma candidatura ao Programa Operacional Norte 2020.

“O agrupamento escolar do Monte da Ola, em Darque, não é abrangido por integrar o programa TEIP-Territórios Educativos de Intervenção Prioritária mas a Câmara vai assegurar a implementação dos projetos previstos na candidatura”.

O projeto School4All de Viana do Castelo visa “apoiar os alunos e famílias em situação de risco, a implementação da expressão musical e a criação da Ciência em Rede”.

Maria José Guerreiro explicou que para “apoiar os alunos e famílias em situação de risco, foram contratados, pelo período de um ano, dois psicólogos, um assistente social e um terapeuta da fala.

Adiantou que aqueles profissionais “começam a trabalhar no início de outubro” com o objetivo de identificar “as situações problemáticas com origem na comunidade envolvente, a definição de estratégias passíveis de prevenir estas situações, a promoção de medidas que visem a inclusão e integração do aluno na escola, tendo em conta a sua envolvência familiar e social”.

Aquela equipa “multidisciplinar irá ainda “fazer o acompanhamento dos alunos na aquisição e desenvolvimento de métodos de estudo, de trabalho escolar e medidas de recuperação da aprendizagem, o aconselhamento e a criação de percursos educativos alternativos e/ou ajustados para os alunos em risco e o estabelecimento de parcerias com órgãos e instituições, públicas ou privadas, da comunidade local”.

A “ligação com as comissões de proteção de crianças e jovens em risco e a mediação social, procurando, outros agentes para a mediação na comunidade educativa e no meio envolvente, nomeadamente pais encarregados de educação”, são outros dos objetivos.

A vereadora da Educação adiantou terem sido contratados “cinco professores de Expressão e Educação Musical” para garantir as aulas de expressão musical no primeiro ciclo do ensino básico.

A medida “visa garantir condições de igualdade de acesso a uma educação de qualidade e de promoção da equidade a todas as crianças através de práticas performativas centradas na expressão e na educação musical, promover a inclusão social através do reconhecimento e da valorização da diversidade cultural como oportunidade e como fonte de aprendizagem para todos”.

Para o ensino da expressão musical no primeiro ciclo “serão distribuídos 20 ‘kit’s’ de música, um para cada escola, exceto nas escolas com menos de 23 alunos”.

Outro dos projetos previstos na candidatura, designado “Ciência em Rede” pretende potenciar o desenvolvimento de “aulas de campo” e o espírito de trabalho científico, tendo sido “adquiridos 270 ‘tablets’ e 115 microscópios, que serão distribuídos “a partir de segunda-feira”.

Publicidade

Rádio Alto Minho - VianaMatic
Rádio Alto Minho - Census – noticia
Rádio Alto Minho - PSICOVIANA

Publicidade

Rádio Alto Minho - 100% ProAuto
Rádio Alto Minho - Nobre Movel
Rádio Alto Minho - CAMBÃO MOBILIÁRIO
Rádio Alto Minho - Reabilitar (noticias lateral 02)
Rádio Alto Minho - Perspetiva [João] (notícias)
Rádio Alto Minho - Reabilitar (noticias lateral 01)

APP ALTO MINHO

APP - Rádio Alto Minho

Comentários

Publicidade