Estamos a melhorar a sua experiência no nosso site.
Novidades brevemente!

Rádio Alto Minho

PUBLICIDADE

Desentupimentos e Limpeza de Fosas, Assistência a Caldeiras, Detecção de Fugas de ÁguaDesentupiemntos Industriais e DomésticosAssistência Cladeiras e Esquentadores
Rádio Alto Minho - MCostas – Seat
Rádio Alto Minho - Roady
Rádio Alto Minho - INSOMNIA
Locutor
No Ar

Rádio Alto Minho

+Viana: SkinLab

de Rui Gonçalves (RAM)

atualizado às 19:00,Sex, Abril, 2018   Download


+Viana: “SkinLab”
Emissões: Sexta, 13.04.18 (12h30 e 18h30) | Domingo, 15.04.18 (20h)


A arte pré-histórica contém vestígios da existência de povos que cobriam o corpo com desenhos. Em muitos casos, foram encontrados desenhos de formas humanas com pinturas nos próprios corpos, bem como estatuetas com esses mesmos desenhos corporais, indicando a possibilidade da existência da tatuagens nesses povos.

Existe mesmo uma hipótese de que as tatuagens tiveram origem nas marcas de cicatrizes adquiridas em guerras, lutas corporais e na caça. Essas cicatrizes eram motivo de orgulho e reconhecimento ao homem que as possuísse, pois representavam força e vitória.

A partir da ideia de que essas marcas eram sinónimo de vitalidade, o homem passou a marcar-se voluntariamente. E com o tempo, as cicatrizes sem sentido deram lugar a criação de desenhos recorrendo ao uso de tintas vegetais e espinhos para os poder introduzir na pele.

Na era moderna, a tatuagem representou marginalidade. Voltou a ter relevância na sociedade atual ao ser utilizada por artistas de música, cinema e, inclusive, em pessoas comuns. Deixando de ser um símbolo de marginalidade e passando a demonstrar uma forma de expressão individual de arte e estética do corpo, a tatuagem há muito que deixou de ser tosca como as inicialmente adquiridas na cadeias e passou a ser um desenho de traços finos e cores variadas, uma autêntica obra de arte criada por verdadeiros mestres como Marcos Martins da SkinLab.


OUVE A REPORTAGEM COMPLETA AQUI:



Marcos Martins tem 36 anos, é natural de Barcelos e é um dos mais reconhecidos tatuadores do norte do país. A SkinLab, estúdio do qual é proprietário desde 1998 e cuja atividade iniciou quando ainda tinha apenas 17 anos, divide atualmente a sua atividade entre as cidades de Barcelos e de Viana do Castelo.

O mundo das tintas corre-lhe nas veias desde pequeno. Neto e filho de pintores, Marcos foi inevitavelmente inebriado pela veia artística da família e fez a sua primeira tatuagem com apenas 15 anos.

Com muito esforço e empenho e uma luta constante contra o estigma das tatuagens, Marcos Martins, um dos pioneiros deste setor no nosso país, foi persistindo na sua atividade ano após ano e ganhando cada vez mais mercado fora de Barcelos, a sua zona de residência. Em 2006, uma conjugação de fatores levou o responsável da SkinLab a apostar na expansão da empresa, abrindo primeiramente um novo espaço em Braga e mais tarde na cidade de Viana do Castelo.

À medida que a SkinLab foi mostrando o seu trabalho, os clientes começaram a surgir em Viana do Castelo vindos das mais diversas localidades minhotas como Caminha, Valença ou Ponte de Lima, incluindo ainda uma grande quantidade de clientes oriundos da Galiza. Marcos Martins confirma que não tem mãos a medir. Apesar de contar com agenda cheia e clientes com várias semanas de espera, o artista considera que manter-se atualizado e competitivo são os principais desafios da sua atividade (ouvir áudio).



Uma das caraterísticas deste complexo é o fato de se tratar de um Kartódromo com duas pistas completamente diferentes: Uma destinada maioritariamente à utilização pelas crianças, com um percurso mais curto e lento, onde podem ser alugados Sodi Karts de 270cc e uma outra com 1.117 metros de comprimento, destinada exclusivamente ao aluguer de karts para adultos, podendo estes usufruir de uma frota de Sodi Karts Honda de 390cc ou ainda destinada a pilotos particulares ou profissionais que recorrem ao Kartódromo de Viana para efeitos de treino.

A “Pista A” do Kartódromo de Viana é a referência deste complexo. Trata-se de uma das pistas mais rápidas do país e é uma referência europeia. Além de proporcionar a componente de lazer já anunciada, é aqui que se desenrolam grandes provas de competição nacional, acolhendo diversas provas do campeonato nacional e outros eventos. Com “picos de afluência” nos meses de verão, seja para treinos ou para lazer, o Kartódromo de Viana é frequentado numa proporção idêntica por clientes portugueses e espanhóis (ouvir áudio).



A busca pela perfeição e o desafio da superação são carateristicas de Marcos Martins, da mesma forma como a paixão que este artista move pela tatuagem. Poucas coisas o surpreendem. A “arte” da tatuagem diz, “sofreu mudanças radicais nos ultimos 20 anos”.

Confessando que o paradigma das tatuagens tem mudado com os anos e que atualmente 60% dos seus clientes são mulheres sendo “elas” quem também tem apostado cada vez mais em tatuar peças de grandes dimensões, Marcos Martins diz ainda que raramente se surpreende com os mais diversos pedidos ou desenhos que lhe solicitam. O tatuador afirma que, para si, cada trabalho é único e que a sua envolvência é total como se da primeira tatuagem se tratasse.

Das milhares de tatuagens que já executou, Marcos Martins guarda um trabalho com especial carinho: Uma tatuagem sua, criada a partir de uma estátua desenvolvida por HR Giger, um idolo de infância de Marcos Martins e que entretanto foi solicitada para exposição no HR Giger Museum na Suiça (ouvir áudio).



Se não há limites para a criatividade numa tatuagem, do ponto de vista técnico, Marcos Martins e a SkinLab são extremamente exigentes com os materiais e equipamentos utilizados.

Contando atualmente com 4 tatuadores, todos eles formados por Marcos Martins e apesar de essa não ser a vertente à qual dedica mais tempo, a SkinLab também efetua trabalhos de body piercing em ambos os seus estúdios. Acreditando que o futuro da tatuagem passa pela especialização, Marcos, pessoalmente, tem dedicado cada vez mais tempo às conveções do setor, marcado presença em grande parte delas, pretendendo assim afirmar-se cada vez mais pelos seus desenhos e trabalho.


OUVE A REPORTAGEM COMPLETA AQUI:


+Viana: “SkinLab”
Emissões: Sexta, 13.04.18 (12h30 e 18h30) | Domingo, 15.04.18 (20h)


Ficha técnica:
Produção e apresentação: Rui Gonçalves | Sonoplastia: Celso Carvalhosa
Apoios: Câmara Municipal de Viana do Castelo e Blisq Creative

+Viana: Padaria das Neves3 horas

+Viana: Padaria das Neves ...3 horas

+Viana: SkinLab1 mês

+Viana: SkinLab ...1 mês

+Viana: Kartódromo de Viana3 meses

+Viana: Kartódromo de Viana ...3 meses

+Viana: Grupo I.F.T. – Instituto de Formação e...4 meses

+Viana: Grupo I.F.T. – I ...4 meses

+Viana: Misturacor5 meses

+Viana: Misturacor ...5 meses

+Viana: G9 Telecom6 meses

+Viana: G9 Telecom ...6 meses

+Viana: Dental, Clínica de Medicina Dentária7 meses

+Viana: Dental, Clínica de Med ...7 meses

+Viana: Macedo & Macedo, Lda.10 meses

+Viana: Macedo & Macedo, ...10 meses

+Viana: Vamos “Reabilitar Viana” com...11 meses

+Viana: Vamos “Reabilita ...11 meses

Blisq Creative